sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Queimados promove encontro para debater reforma da previdência


PREVIQUEIMADOS realizará Tarde do Saber na próxima terça (21), com entrada franca


Leandro Machado - Sabe aquelas dúvidas que deixam todo mundo perdido quando o assunto é reforma da previdência? Um tema que ainda não é de domínio popular e que gera muita discussão entre a classe trabalhadora. Mas fique tranquilo, pois todas estas questões serão debatidas amplamente na terceira edição da “Tarde do Saber”, evento realizado anualmente pelo PREVIQUEIMADOS (Instituto de Previdência dos Servidores Públicos de Queimados). O encontro será na próxima terça-feira (21), a partir das 14h, no Teatro Metodista (Av. Vereador Marinho Hemetério de Oliveira, s/n, Pacaembu), em Queimados, na Baixada Fluminense, com entrada franca.

Enquanto o governo se mexe para tentar aprovar a reforma, os mais interessados no assunto, a população, fica sem saber o que fazer diante de tantas incertezas. O PREVIQUEIMADOS convidou uma especialista em direito previdenciário para sanas todas as dúvidas: A doutora Suzani Ferraro. Em dois momentos ela vai falar sobre o tema “Atualizações da Reforma da Previdência”, principalmente o que o assunto afeta no segmento dos RPPS (Regimes Próprios de Previdência Social), que trata dos benefícios dos servidores públicos municipais.

O encontro objetiva levar um maior conhecimento à população, esclarecendo todas as dúvidas acerca das questões previdenciárias atuais, assim como alterações e consequências com a aprovação da reforma previdenciária. O Diretor-Presidente da autarquia, O Diretor-Presidente da autarquia, Dr. Marcelo Fernandes, destaca a necessidade de levar um maior conhecimento à população, esclarecendo todas as dúvidas acerca das questões previdenciárias atuais, assim como alterações e consequências com a aprovação da reforma previdenciária.

“Não podemos ficar inertes e acompanhar de longe, apenas pelos noticiários. O PREVIQUEIMADOS quer debater sobre isso e levar aos servidores a chance de tirar todas as suas dúvidas. Teremos uma pessoa altamente capacitada para isso. Será um grande evento, tenho certeza”, destacou.

Para quem deseja participar do evento e é de outro município, pode realizar a inscrição através do e-mail previqueimados@queimados.gov.br ou até mesmo na hora. O teatro Metodista tem capacidade para 200 pessoas e a expectativa é que esteja lotado para o encontro.

Mulheres no campo: a saga de empreendedoras que tiram da vida rural o sustento de casa

Produção agrícola tem cada vez mais a presença do público feminino em Queimados. Prefeitura dá assistência técnica, prepara o solo e promove cursos de capacitação para os proprietários de áreas rurais

Foto: Marina Mendes
Marina Mendes - A presença das mulheres na produção agrícola é um fato, que mesmo invisível aos olhos de alguns, existe e resiste a diversas barreiras. Embora representem apenas 13% dos trabalhadores do campo no Brasil, segundo dados do IBGE, elas estão cada vez mais presentes no campo plantando e colhendo a cada dia. Em Queimados, na Baixada Fluminense, a roça que antes era domínio masculino, hoje tem a marca delas, que lutaram muito para terem seu trabalho reconhecido.

Foto: Marina Mendes




Juliana Ferreira de Oliveira, de 30 anos, é uma dessas mulheres atuantes no município. Moradora do bairro Fazendinha, ela iniciou seu trabalho como agricultora depois de ter se casado com Alex, que é técnico em agropecuária. “Cria da cidade e do cimento”, como ela mesma se intitula por ter sido criada no Centro de São João de Meriti, Juliana vem há quase 1 ano produzindo hortaliças, legumes e raízes, num sítio de três hectares.

“Meu marido é filho de agricultor e tem muita experiência para me passar. Com o apoio dele, vou lendo e buscando aprender o melhor jeito de atuar nos processos de plantio e cultivo”, diz ela. Atualmente, Juliana é a principal responsável por preparar e criar os ‘berçinhos’ para as mudas, além de retirar todos os matos indesejados. Mas não pense que o trabalho é leve, Juliana explica “Ou é na mão ou é na enxada”.

Além disso, a ex-estudante de Pedagogia viu na agricultura a oportunidade de ganhar autonomia. Através do contato com a Secretaria Municipal de Agricultura de Queimados, que prepara o solo para plantio em seu sítio, Juliana foi convidada para vender seus produtos, completamente orgânicos, na Feira da Roça de Nova Iguaçu, conhecida por vender produtos hortifrutigranjeiros considerados agroecológicos, ou seja, sem a adição de agrotóxicos. Com o sucesso de vendas na Feira, Juliana já tem sua própria demanda de vendas particulares. Apesar dos baixos preços dos produtos orgânicos, ela vem conseguindo empreender seu negócio, com encomendas diárias principalmente de couve, berinjela, aipim e tomate perinha.

Experiência reconhecida no mercado

Foto: Simone Silva

Bem próximo dalí, ainda no Bairro Fazendinha e já com muita experiência, mora Maria José, de 65 anos. Diferente de Juliana, Maria é moradora e agricultora em Queimados há 35 anos. Em seu sítio de três hectares, ela planta acerola, jiló, pimentão e aipim, mas seu maior plantio é o de jabuticabas, que somam 250 pés no sítio. E suas jabuticabeiras forneceram um fruto tão doce, que atualmente ela abastece feiras não só na cidade de Queimados, mas também a ‘Feira de Orgânicos da Gloria’, na Zona Sul do Rio.


Foto: Marina Mendes
Já próximo da Estrada de São Expedito, outra figura compõe a equipe de mulheres do campo de Queimados. Dona Maria, de 77 anos, veio de Maruim, cidade que fica à 34km da capital Aracaju, em Alagoas. Há quase 20 anos no município, foi no Assentamento Rural do Chapadão, que conseguiu montar sua sonhada ‘Casa de Farinha’, onde produz cerca de 150kg de farinha por mês e, assim, garante sua sobrevivência.


Com uma rotina agitada, Maria começa a descascar os aipins que darão origem a farinha logo cedo. Sua farinha é vendida todas as terças e quintas na Feira da Roça, que acontece pela manhã no Centro do município, desde 2012. Ela explica que apesar de não ter frequentado a escola, já estudou. "Eu frequentei aulas e reuniões de agroecologia e empreendedorismo junto a outros agricultores, então posso dizer que estudei agricultura. Tudo o que é oferecido pela Secretaria de Agricultura eu faço questão de participar, estou sempre lá" diz ela.


Foto: Simone Silva
Para o Secretário Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Abílio Cardoso, é muito importante valorizar a trabalhadora no campo e sua produção.  "É muito gratificante ver a força dessas mulheres. Para nós, que trabalhamos diariamente com elas, ver esse movimento das trabalhadoras faz o nosso trabalho valer ainda mais a pena", declarou. Além disso, o secretário frisou o apoio às mulheres. "Nós fazemos de tudo para que essas mulheres desenvolvam ainda mais suas funções na área rural, desde o suporte técnica até as orientações sobre agricultura".


Prefeitura auxilia agricultores no dia a dia

Apesar do sucesso com as vendas, não se pode esquecer que a vida rural, muitas vezes, é mais complicada que a vida na cidade. Os trabalhadores do campo dependem de fatores tanto físicos, como a chuva e a fertilidade do solo, quanto econômicos, como assistência técnica, para produzir. Pensando nisso, A Prefeitura de Queimados, através da Secretaria Municipal de Agricultura, oferece alguns serviços para facilitar a vida e também valorizar o serviço dos trabalhadores do campo.

Os trabalhadores recebem assistência técnica para agricultura e pecuária, controle sanitário dos rebanhos (com vacinação para febre aftosa e outras), cursos gratuitos de capacitação, preparação do solo para plantio, organização para feira da roça em Queimados e no Rio de Janeiro, organização de grupos de compra, encaminhamentos para retirada de documentos como DAP (Documento de Aptidão PRONAF) e aposentadoria rural, manutenção de estradas e ainda abertura e drenagem de córregos.


quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Palestra em escola e debate no rádio marcam terceiro dia da Semana da Consciência Negra em Queimados

Representatividade Negra foi o tema desta quinta-feira (16)

Rafaela Diniz - O terceiro dia de comemorações da Semana Nacional da Consciência Negra foi marcado pelo resgate das origens históricas do povo negro e da importância da representatividade negra. Durante a tarde desta quinta-feira (16), a palestrante Aline Najara conversou com os alunos da Escola Municipal Leopoldo Machado e falou sobre a representação dos negros nos livros de história do Brasil.

Além disso, um caloroso debate foi realizado na Rádio Novos Rumos – emissora comunitária do município – para abordar a cultura negra e suas origens. O programa contou com a participação de ouvintes que relataram situações de racismo e preconceito vivenciadas no cotidiano.

A luta pela igualdade racial tem sido parte das reivindicações dos movimentos sociais nas últimas décadas. Uma das principais reclamações do grupo é a falta de reconhecimento das matrizes africanas na formação da cultura brasileira.

“Lembro como se fosse hoje, quando cheguei à antiga sétima série e comecei a aprender sobre o período colonial no Brasil. Todos os negros representados nos livros de história estavam em situação de humilhação, levando surras no tronco ou em posições constrangedoras. Na verdade, houve negros importantes, que lutaram contra a opressão, normalmente representados por pessoas brancas, como Tiradentes, por exemplo”, explicou Aline Najara.

Para o Secretário Municipal de Direitos Humanos e Promoção da Cidadania, Carlos Albino, a imagem do negro deve ser mudada e toda a sociedade tem papel fundamental nessa mudança. “Historicamente o negro é muito marginalizado. Não podemos deixar que um povo tão rico em cultura e substância, seja deixado de lado. Precisamos ensinar às nossas crianças que o negro teve um papel fundamental na nossa história e resgatar suas origens, para que não se percam”, concluiu.

Nesta sexta-feira (17), a programação da Semana da Consciência Negra em Queimados contará com uma palestra sobre Protagonismo Negro e Diversidade Étnica, Colégio Estadual Professor Sebastião Pereira Portes – CIEP 341, às 13h30. 




                                      

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Prefeito Carlos Vilela faz o cadastramento biométrico e lembra população sobre prazo

Gestor compareceu a um dos locais que estão executando o serviço que é obrigatório  

Felipe Carvalho - Rio - O prefeito de Queimados, Carlos Vilela, esteve na tarde desta terça-feira, 14, num núcleo do Tribunal Regional Eleitoral para fazer o cadastramento biométrico e receber o novo documento de título de eleitor. No local, o gestor comentou sobre a importância do procedimento e convocou a população para não deixar para última hora e assim evitar filas. Quem não fizer o recadastramento terá o título cancelado e, além de ficar impossibilitado de votar nas próximas eleições, não poderá tirar passaporte, prestar concurso público ou obter empréstimos em bancos oficiais, entre outros impedimentos. 

O cadastramento está sendo realizado em dois locais: no posto de atendimento (Av. Camilo Cristófano, 303 - térreo - Vila Camarim), de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h, e aos sábados, das 10h às 16h; e no cartório eleitoral do município (Rua Félix, 1.561 - térreo - Vila Camarim) de segunda a sexta-feira, das 11h às 19h. Quem quiser evitar filas pode agendar pela internet, em www.tre-rj.jus.br/biometria , ou pelo telefone (21) 3436-9000. O município de Queimados conta com mais de 111 mil eleitores.

Para fazer o cadastramento, o eleitor deve levar documento de identidade oficial com foto e um comprovante de residência, como conta de luz, água ou correspondência expedida por pessoa jurídica, desde que emitido até três meses antes da data do atendimento. “Tive a honra de fazer tudo de forma rápida e moderna e peço que todos venham fazer o cadastramento, para que possamos atingir o número total de eleitores”, destacou o prefeito Vilela.

No caso de nova inscrição, os eleitores do sexo masculino maiores de 18 anos devem apresentar, ainda, o comprovante de quitação militar. Já quem quiser atualizar o nome deve levar um documento que comprove a alteração dos dados, como a certidão de casamento, por exemplo.

Os eleitores que deixaram de votar ou faltaram aos trabalhos eleitorais devem pagar as respectivas multas antes de realizar o cadastramento biométrico. Para tanto, poderão obter a guia de pagamento da multa nos próprios postos de atendimento ou em qualquer zona eleitoral.

O cadastramento, que vai até 17 de março de 2018, é obrigatório para os eleitores de Queimados, inclusive aqueles cujo voto é facultativo, como os menores de 18 anos, os maiores de 70 anos e os analfabetos. Só estão dispensados aqueles que já tiveram seus dados biométricos coletados pela zona eleitoral do município e os que tiverem registrado em seu histórico no cadastro eleitoral o código indicativo de deficiência que impossibilite ou torne extremamente oneroso o cumprimento das obrigações eleitorais. 

Feriado será de boas risadas com a exibição gratuita do filme “Os Saltimbancos Trapalhões” em Queimados

Equipes estarão na Praça dos Eucaliptos  desde às 9h da manhã para orientar a população sobre a conversão do sinal analógico para o digital. Classificação é livre

Fotos: Divulgação 
Dine Estela: Nada como dar umas boas gargalhadas para distrair a cabeça neste feriado (15 de novembro). A dica do dia é a apresentação do filme “Os Saltimbancos Trapalhões”, que será exibido gratuitamente na Praça dos Eucaliptos, no Centro, às 16h, em parceria com a Globo. A ação faz parte do programa de divulgação da TV Digital e antes do filme, uma equipe estará desde às 9h retirando dúvidas dos usuários sobre a conversão do sistema analógico para o digital.

O sinal da TV analógica começou a ser desligado no Rio em 25 de outubro, mas o processo vai ser feito aos poucos e termina no dia 22 de novembro. Segundo a gerente regional da Seja Digital, Vivian Bilhim, e o diretor da Globo Rio, André Dias, o desligamento vai ser gradual para que ninguém fique sem o sinal digital.

É preciso destacar que ter a antena é imprescindível para captar o sinal digital. Não basta somente ter uma televisão nova. E também é muito importante ver para onde ela vai ficar direcionada. Vivian aconselha as pessoas a reparar no posicionamento das antenas dos vizinhos. Em caso de dúvidas, as pessoas devem ligar para 147. O serviço funciona sete dias na semana, 24 horas por dia e a ligação é gratuita. Ou pode entrar no site tvglobodigital.com.br.

O Filme

Os Saltimbancos Trapalhões é um filme brasileiro estrelado pelo grupo humorístico - Os Trapalhões em 1981, baseado na peça teatral Os Saltimbancos de Sergio Bardotti e Luis Enríquez Bacalov, adaptada para o português por Chico Buarque, por sua vez uma adaptação do conto Os Músicos de Bremen dos Irmãos Grimm. Foi dirigido por J. B. Tanko e lançado em 1981, sendo considerado pela crítica como o melhor filme do grupo. O picadeiro utilizado no filme pertence ao Circo Irmãos Power.

Foto: Divulgação

Escola Pública de Queimados recebe Planetário Inflável

Estudantes da Escola Municipal aprendem de forma lúdica curiosidades sobre a Via Láctea


Fotos: Thiago Loureiro

Dine Estela: Qual é o planeta mais quente do Sistema Solar? Em que planeta a cor do céu é rosa e o pôr do sol é azul? Em qual planeta o dia é maior que o ano? Essas e outras curiosidades sobre as maravilhas da Via Láctea, foram apresentadas aos alunos da Escola Municipal Leopoldo Machado, em Queimados, nesta terça-feira (14), através do projeto “O Planetário Vai à Escola” do Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST). A Equipe ficou na escola das 10h às 14h e atendeu a mais de 300 alunos.


Diretor do projeto Carlos Henrique Verfeno. 
Cada sessão recebeu em média 30 alunos com duração entre 20 e 40 minutos, onde foram apresentadas imagens do céu noturno do hemisfério sul, assim como das constelações mitológicas. “O Planetário Inflável do Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) faz parte da programação de vários eventos de divulgação científica que realizamos anualmente”, disse  o responsável pela ido do museu de Astronomia, à cidade, Carlos Henrique Zeferino da Silva


Lenine com as gêmeas Caroline e Camile Malheiros da Silva, 14 anos. 
O Secretário  Municipal de Educação, o professor Lenine Lemos, acompanhou a visita do MAST à escola e destacou a importância do conteúdo educacional para a rede pública. “Além do encantamento de ver os planetas sob outros ângulos, a partir de uma nova realidade virtual, os alunos ainda têm uma aula com os mediadores do evento, que ao final da visitação fazem um quis com os alunos para fixar as informações. Achei tudo fantástico e certamente estaremos agendando outras visitas”, acrescentou.


Maheus Nery 
Para a estudante Caroline Malheiros,  de 15 anos,  ficou o encantamento pelas cor do céu rosa de Vênus. “Não imaginava que isso poderia ocorrer, foi uma surpresa e grande aprendizado. Muito bacana o projeto. Já o estudante Matheus Nery Vendramini, também de 15 anos,  o destaque foi para a chuva de diamantes. “Não imaginava que era tudo tão lindo e diferente. Nunca imaginaria uma chuva de diamantes. Nossas aulas de Ciências ganharam outra vida”, destacou.







Histórico


O planetário inflável faz parte da programação do MAST desde o início da década de 1990 e foi o primeiro, desse tipo, a ser usado no Rio de Janeiro. Hoje o museu conta com 4 planetários (2 digitais e 2 analógicos). O planetário é uma cúpula inflável na qual as imagens do céu noturno visto da Terra podem ser simuladas, oferecendo ao espectador a oportunidade de observar e entender o céu.


A surpresa é ver o céu noturno sem a poluição atmosférica e o excesso de luzes fatores que impedem se observar a imensa quantidade de estrelas presentes no céu. Com o auxílio de áudio, são apresentadas as constelações do zodíaco, as fases da Lua, o ciclo dos dias e das noites, assim como o Sol.


O planetário pode mostrar o céu de qualquer dia do ano, suas estrelas, suas constelações, os planetas visíveis e podemos observar quais as diferenças que ocorrem ao longo do ano. O MAST fica À R. Gen. Bruce, 586 - Imperial São Cristóvão, Rio de Janeiro - RJ, 20921-030

Prefeitura de Queimados inicia revitalização dos bairros Nova Cidade e Grande Rio

Pavimentação de ruas, reparação da iluminação pública, tapa-buraco, implantação de CRAS, unidade de saúde e até Companhia Destacada da Polícia fazem parte do pacote
  

Leandro Machado - Uma nova realidade para cerca de 2 mil moradores dos bairros Nova Cidade e Grande Rio, em Queimados. A Prefeitura iniciou na última semana o programa de revitalização da localidade que inclui pavimentação de ruas, reparação de iluminação pública e operação tapa-buracos em vias danificadas. E não para por aí. A população vai ganhar, em breve, um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e uma unidade de saúde, além da implantação da primeira companhia da Polícia Militar.

A ação está a todo vapor e ainda há muito trabalho para fazer. O programa é direcionado pela Secretaria Municipal de Governo e consiste na união de diversos órgãos municipais para realizar uma verdadeira mudança na localidade. Agentes das secretarias de Conservação e Serviços Públicos, de Obras e de Segurança e Ordem Pública fazem uma força-tarefa para transformar a realidade dos moradores. Só na primeira semana foram 50 homens trabalhando diariamente no local.

Na última sexta-feira (10), a prefeitura concluiu as obras de drenagem e pavimentação das Ruas José Martins e parte da Mandir, no bairro Nova Cidade. Ao todo, foram mais de 200 toneladas de asfalto, distribuídos em 2,6 mil metros de vias que beneficiarão os moradores da localidade. O trabalho de pavimentação ocorreu em uma semana. A ação foi realizada com o auxílio de sete caminhões, dois rolos compactadores e uma máquina vibro acabadora. E as boas notícias não param. De acordo com o Secretário Municipal de Governo, Max Lemos, as inaugurações devem acontecer em breve.

“Essa é uma área que realmente precisava de uma resposta imediata do poder público. Além da recuperação das ruas, nós vamos inaugurar ainda este mês uma unidade do Centro de Referência de Assistência Social, para cuidar da população mais necessitada, e a Companhia Destacada da Polícia Militar, que visa aumentar a segurança no local. E, em seis meses, os moradores vão ter uma unidade de saúde nova e moderna”, garantiu.

Nova realidade para os moradores

A Secretaria Municipal de Conservação e Serviços públicos continua no local realizando diversas intervenções. Até a tarde desta terça-feira (13), os agentes já haviam retirados cerca de 60 caminhões de lixos e entulhos em diversas ruas da região. “As mudanças estão apenas começando. O poder público vai se unir para atuar veementemente em prol dos moradores dos bairros Nova Cidade e Grande Rio. São melhorias na Saúde, Assistência Social e, principalmente na Segurança”, destacou o Prefeito Carlos Vilela.

Acordar pela manhã e da varanda de casa não ver mais buracos, lamas e poeiras era a esperança de um casal de idosos que mora há 76 anos na Rua José Martins (Antiga Patativa), Bairro Nova Cidade. Maria Venâncio (71) e Sebastião Oliveira (95) lembram dos momentos de dificuldades que enfrentaram ao longo dos anos, mas vivem a expectativa de dias melhores: “Olha, já passamos muito sufoco. Enchente, alagamento aqui em casa, poeira quando faz sol, lama em dias de chuva que quase não conseguimos sair de casa para ir à igreja ou ao médico. Mas estou vendo o asfalto aqui e tenho certeza que não vamos passar por isto novamente”, comemorou dona Maria.

Visita técnica para dar continuidade a pavimentação de ruas

O Secretário Municipal de Obras, Alex Dornellas, recebeu, na manhã desta terça-feira (14) um profissional da Caixa Econômica Federal para vistoria técnica no Bairro Nova Cidade, com o objetivo de retornar as obras de drenagem, pavimentação, asfaltamento, colocação de meio-fio, esgoto, calçadas e sinalização em seis ruas da localidade. Após o laudo, haverá uma resposta técnica da Caixa para a retomada das obras. Receberão melhorias as ruas Patrícia de Oliveira, Bazar, Granito, Mármore, Mandi, Pastor Antônio Martins (Trecho). O valor total do convênio é de 5 milhões de reais, com cerca de 3 milhões do Governo Federal e 2 milhões da Prefeitura.