terça-feira, 23 de maio de 2017

Iniciativa "Legalizar para crescer" oferece palestras a microempreendedores queimadenses

Parceria entre Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e SEBRAE realizou encontro de empresários na manhã desta terça-feira (23)

Jéssica Moreira - Empreender é sempre um desafio, principalmente em tempos de crise econômica. Por isso, a busca por informações e aperfeiçoamento é necessária aos pequenos e médios empresários. Para ajudar nessa empreitada, a Prefeitura de Queimados, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, ofereceu uma manhã de palestras sobre o empreendedorismo na manhã desta terça-feira (23).

Promovida em parceria com o SEBRAE – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas –, a iniciativa faz parte do projeto “Legalizar para crescer”, criado pela SEMDE para auxiliar e orientar os microempreendedores individuais (MEI) da cidade.

“Como crescer como empresa”, “Como trilhar o caminho do sucesso”, “As características do empresário de sucesso” e “Como fazer diferença no mercado” foram alguns dos diversos temas abordados no evento, aprovado pela consultora de beleza Vânia Cristina Costa, 34, que soube da ação por meio de uma amiga e não quis perder a chance de aprender mais sobre o mundo dos negócios.

Imagens: Thiago Loureiro/ SEMCOM - PMQ
“Já tinha interesse em me tornar uma microempreendedora, mas às vezes estamos perdidos, sem saber muito como começar e precisamos de alguém para nos orientar. Estava prestes a procurar ajuda em Nova Iguaçu, mas quando soube dessa iniciativa aqui perto, me inscrevi para participar. Agora é aplicar meus recursos para abrir, de fato, meu próprio negócio”, contou a moradora do bairro São Roque.


De acordo com a Coordenadora do SEBRAE na Baixada Fluminense e palestrante desta terça-feira (23), Tereza Cristina Ferreira, outra palestra – de teor mais técnico – está prevista para a próxima semana. “A importância do microempreendedor individual” e “Os direitos e deveres do empreendedor individual” serão alguns dos assuntos tratados, além de orientações sobre acesso a serviço de crédito, aderência a novas formas de pagamento e outros temas pertinentes a quem quer se tornar um empresário legalizado.

“Ter um negócio é um desafio grande. E as tomadas de decisão são muito melhores quando baseadas em informações corretas. A proposta dessa parceria é mostrar para os MEI’s que eles não estão sós, que estamos disponíveis para ajudar no que for preciso para começar ou manter seus negócios de forma próspera”, afirmou.

As palestras são gratuitas e, para se inscrever, os interessados podem entrar em contato pelo número 2665-0470 ou comparecer à Secretaria.   
                     
Serviço:

Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico
Rua Esperança, 90 - Centro/ Queimados
Tel: (21) 2665-0470
E-mail: semde@queimados.rj.gov.br

Queimados vai estimular ensino da cultura afro-brasileira nas escolas


Professores da rede pública municipal participam de oficinas de capacitação das leis federais que determinam a aplicação da história do povo africano na grade curricular

Fotos: Luiz Ambrosio

Dine Estela: Que país seria o Brasil sem o legado da cultura africana e seus costumes e tradições como a capoeira e o samba, por exemplo? Pensando nisso, as escolas públicas municipais de Queimados já apresentam a educação para as relações étnico-raciais como temática obrigatória no currículo escolar. Com o objetivo de garantir a memória e a cultura, não somente dos povos indígenas e africanos, mas também dos próprios brasileiros, foi promulgada a lei 10.639/03, substituída pela 11645/08, que determina a aplicação da matéria sobre a História do Povo Africano, seus costumes e todo o seu contexto, bem como a história de povo indígena nas escolas brasileiras.

Em Queimados, o trabalho de conscientização começou primeiro pelos professores que estão recebendo através de uma equipe de técnica, orientações pedagógicas de inserção das leis nas disciplinas escolares, como explicou a implementadora, professora Luzia de Fátima. “O professor precisa conhecer e valorizar a ancestralidade desses povos e suas culturas, pois só assim será capaz de provocar nos alunos a consciência de que esses povos são tão importantes na história brasileira, quanto os descendentes dos colonizadores europeus”, enfatizou.

A determinação do secretário de educação de Queimados, professor Lenine Lemos, é que toda a comunidade escolar, que inclui as famílias dos alunos, recebam as palestras de reflexão sobre a importância da cultura africana e dos índios para o desenvolvimento cultural dos alunos. “O segundo momento será com os pais para em seguida tratar do assunto com os alunos. Entendemos que a família precisa participar de todo este projeto educativo para que não sejamos pegos de surpresa com atitudes de segregação racial”, enfatizou o secretário. Ainda segundo ele, essa dinâmica tem o objetivo de diminuir o preconceito racial. A oficina já passou pela maioria das escolas municipais.


Movimentos ligados ao negro aprovam a iniciativa

Ativista Cultural de movimento afro, Fabrícius Caravana e líder de uma casa umbandistatambém acredita que somente com a aplicação das Leis 10.639/03 e 11645/08 nas escolas, será possível diminuir a intolerância incentivada por discursos discriminatórios. “É preciso reconhecer a importância da história daqueles que aqui chegaram amarrados e que ajudaram a construir esta grande nação. Ao nos negarmos a implantar as leis estaremos querendo arrancar o que mais precioso os negros  deixaram para nós,  a nossa origem”, destacou.

Na Casa liderada por Fabrícius, a cultura afro é perpetuada através da dança, comida e principalmente religião. Os rituais africanos são realizados todas as segundas-feiras. Seguindo a orientação espiritual de seu avô Custódio de Souza Caravana, que neste ano completaria  150 anos, a casa realiza culto na linha da Umbanda africanista no Brasil. “O Brasil não comeria o que come, não rezaria o que reza, não dançaria nem cantaria como hoje canta, não fosse a riquíssima herança cultural trazida pelos 4,5 milhões de africanos  aqui escravizados. Essa cultura e memória precisa ser valorizada”, concluiu.


Mães têm dia de rainha em Queimados


Secretaria Municipal de Cultura homenageou mulheres com diferentes histórias de vida com dia de beleza, sapatos novos e até desfile de moda
Dine Estela: Acordar cedo, alimentar, dar banho, preparar merendinha especial, levar na escola, no curso, na pracinha, colocar para dormir, mas antes contar uma historinha e ainda conjugar esta extensa rotina com o trabalho doméstico e, em muitos casos, os externos também. Essa rotina cansativa faz parte do dia-a-dia da maioria das mães e elas tiram toda esta agenda de letra. Cuidam de todos, mas quem cuida delas? Foi pensando nisto, que a Secretaria Municipal de Cultura de Queimados, liderada pelo produtor cultural Wall Araújo, escolheu cinco mães com as histórias de vida  emocionantes  para oferecer um dia de rainha.
Wall Araújo 
O evento chamado “Rainha do lar” – alusivo ao mês das mães – aconteceu na última sexta (19), no Centro de Artes e Esportes Unificados do São Roque e homenageou mulheres de diferentes regiões de Queimados, foram elas: Iracy Godoy, 3 filhos, Marilene Costa, 2 filhas, Diane da Silva,1 filha e Irene Henrique, 6 filhos. Elas receberam um dia de beleza, roupas e sapatos novos, além de vários outros brindes do comércio local e até um coquetel com direito a bolo e um desfile de moda com os alunos do curso de modelo comunitário, oferecido pelo produtor Wall Araújo.
Foi uma noite de lazer somente para elas, contou Wall. “Este já é o terceiro ano que realizamos este evento, o mais difícil é escolher entre tantas histórias lindas as mães homenageadas. Se pudéssemos, daríamos presentes para todas. Todos os anos conto com o apoio de vários amigos e da minha grande parceira a assistente social, Deisemar Bastos,  que cuida da parte filantrópica do evento que este ano arrecadou 50 quilos de alimentos doados para a Instituição Educacional Nossa Senhora Aparecida (IENSA)”, enfatizou Wall.
Marcelo Lessa  está abraçado com Wall  e Deisemar Bastos 
A campanha: “Adote uma mãe”, contou com o apoio de vários políticos e empresários da cidade, que foram uma espécie de anjos da guarda. Cada um fez algum tipo de doação para que a mãe tivesse um dia de rainha, contou o Secretário de Cultura, Marcelo Lessa. “Foi muito legal ver a participação de toda a sociedade para homenagear pessoas tão importantes para nós que são as mães. Ai de nós se não fosse o amor de uma mãe para nos fortalecer e proteger”, concluiu Lessa.

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Curso de Defesa Civil capacita alunos de escolas públicas em Queimados

Primeira unidade a receber as aulas foi o CIEP Sebastião Pereira Portes 

Leandro Machado - Um jogo de perguntas e respostas foi o método de avaliação escolhido para testar os conhecimentos dos alunos que cursam formação de professores no CIEP 341- Vereador Sebastião Pereira Portes, no bairro Santa Catarina. Eles participam duas vezes por semana do curso sobre “Técnicas de Defesa Civil” na unidade e aprendem como agir na prevenção e nos momentos de desastres por causas naturais ou humanas. No fim no “quiz”, a equipe Reconstrução venceu a disputa.

A ação faz parte do Projeto “Defesa Civil nas Escolas”, que é desenvolvido pela Prefeitura de Queimados nas instituições da rede pública de ensino. O curso está disponível para crianças e adolescentes de 14 a 18 anos e oferece conceitos básicos de Defesa Civil, prevenção de acidentes domésticos e incêndios, além de noções de primeiros socorros.

O curso é ministrado pelo corpo técnico da Defesa Civil de Queimados e terá  duração de 10 dias, com uma carga horária de 40 horas. “Muito bom ver que futuros professores estão se preparando para tratar de um tema muito importante como este. Eles serão os grandes propagadores”, destacou o secretário municipal de Defesa Civil, Davi Brasil.



Os vencedores 

O grupo Reconstrução foi formado por João Pedro Ignácio (15), Suelen Sousa (15), Luania Alves (14), Mylena Ribeiro (16) e Graziela Vieira. Com 14 pontos, eles venceram os concorrentes e saltaram na frente da disputa. “Eu já me interessava por primeiros socorros e o tema tem a ver com Defesa Civil. Quando soube do curso me animei muito e me inscrevi. Após três aulas já aprendi bastante coisas”, disse João Pedro. 

Fotos: Tiago Loureiro

Em parceria com o SEBRAE, Prefeitura de Queimados promove palestra para microempreendedores

Ação faz parte da iniciativa "Legalizar para crescer", promovida pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico 

Imagem: SEMCOM - PMQ
Jéssica Moreira - Conhecimento nunca é demais. Principalmente para quem vive de empreender. Por isso, a Prefeitura de Queimados, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, vai oferecer uma manhã de palestras sobre o tema na manhã desta terça-feira (23).

Promovida em parceria com o SEBRAE – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas –, a iniciativa faz parte do projeto “Legalizar para crescer”, criado pela SEMDE para auxiliar e orientar os microempreendedores individuais (MEI) da cidade.

Entre os temas abordados no evento estão “Como crescer como empresa”, “Como trilhar o caminho do sucesso”, “As características do empresário de sucesso” e “Como fazer diferença no mercado”.   
   
A palestra é gratuita e, para se inscrever, os interessados podem entrar em contato pelo número 2665-0470 ou comparecer à Secretaria.   
                     
Serviço:

Palestra sobre EMPREENDEDORISMO
Data: 23/05 (terça-feira)
Horário: 9h30 às 11h

Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico
Rua Esperança, 90 - Centro/ Queimados
Tel: (21) 2665-0470
E-mail: semde@queimados.rj.gov.br

Prefeitura no Seu Bairro chega à segunda edição neste sábado com a oferta de mais de 40 serviços gratuitos

Mais de 20 órgãos públicos estarão envolvidos na ação que acontecerá na Escola Municipal Monteiro Lobato, no bairro São Francisco

Rafaela Diniz - Depois do sucesso da primeira edição, o projeto Prefeitura no Seu Bairro está de volta com novidades, agora no Bairro São Francisco. No próximo sábado, 27, a Prefeitura de Queimados, por meio da Coordenadoria Executiva de Políticas Sociais, levará diversos serviços aos moradores que precisam de atendimento das Secretarias Municipais e que, por algum motivo, não podem comparecer até elas durante a semana.

Serão 20 órgãos públicos reunidos e mais de 40 serviços oferecidos gratuitamente à população, das 8h às 14h, na Escola Municipal Monteiro Lobato – Rua Conde de Alzejur, 1135 - São Francisco. Além disso, esta ação contará com a imunização da população contra a gripe Influenza, oferecida pela Secretaria Municipal de Saúde.

Segundo o vice-prefeito e Coordenador Executivo de Políticas Sociais, Machado Laz, o objetivo e levar os atendimentos oferecidos pelas secretarias municipais às diferentes regiões da cidade. “Realizamos mais de 5 mil atendimentos em nossa primeira ação, esperamos dobrar o número dessa vez. A iniciativa é muito importante, para levarmos os serviços às pessoas que trabalham durante a semana e não podem procurar os serviços nas Secretarias”, ressaltou.

Entre os serviços que serão oferecidos, estão: informações e orientações sobre saúde, educação, assistência social, direitos dos idosos, mulheres, crianças e adolescentes. A programação inclui ainda oficinas de teatro, judô e capoeira, troca do óleo saturado por itens de limpeza, exposição de animais peçonhentos, atualização dos dados do Programa Minha Casa Minha Vida, cadastro para vagas de emprego, coleta de preventivos, emissão de cartão do SUS e agendamento para serviços como retirada de entulhos, iluminação pública, entre outras.

O evento será encerrado com show da estrela mirim queimadense, a cantora Kailane Muniz. “Moro pertinho do local onde será a ação, que torna a apresentação mais especial. Acredito que o projeto é muito importante, pois oferece em um mesmo espaço vários serviços e as pessoas ainda podem se divertir. Preparei um repertório especial. Espero todos lá”, concluiu.

SERVIÇO:
Assunto:


Prefeitura no seu Bairro
Dia: 27/05/2017
Horário: 8h às 14h
Local: Escola Municipal Professor Monteiro Lobato (Rua Conde de Alzejur, 1135 - São Francisco)

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Estudantes aprendem na prática a serem prudentes no trânsito

Alunos de escola municipal de Queimados visitam a cidade cenográfica de Transitópolis, onde o trânsito é tratado com todo o respeito

Dine Estela - Diz a crença popular que o que se aprende de criança, se carrega para a vida inteira. Seguindo à risca esse ditado, a Secretaria de Educação de Queimados levou na última quinta-feira, 19, um grupo de 40 crianças da Escola Municipal Doutor Cledon Cavalcante para conhecerem a cidade cenográfica de Transitópolis, em Mesquita. Lá, a garotada teve uma aula prática de educação no trânsito e atitudes que parecem simples, como olhar para os dois lados na hora de atravessar a rua, foram estimuladas a fim de garantir o deslocamento com maior segurança desde a infância.

A cidade de Transitópolis foi criada dentro do 20º BPM (Mesquita) e vem ajudando crianças a serem pedestres mais prudentes no trânsito. Lá, os alunos aprendem a importância de atravessar a rua na faixa de pedestres, a respeitar as placas de sinalização e os sinais de trânsito. Além disso, recebem orientações quanto ao uso das passarelas. 

“É uma forma de dinamizarmos nossas atividades pedagógicas. Os alunos gostam e aprendem conhecendo na prática como funciona o sistema de trânsito. É uma forma muito mais estimulante de aprender”, acredita o secretário de Educação, Lenine Lemos.

De acordo com o instrutor Cristiano Morais, a finalidade do espaço é justamente receber alunos de diversas cidades para aulas sobre educação no trânsito. “Essa cidade faz parte do projeto Criança Viva e existe desde 1998. Já recebemos mais de 120 mil crianças e nosso maior orgulho é saber que elas saem daqui com uma consciência da importância da disciplina no trânsito”, enfatizou.  Depois de mais de duas horas de aula, os alunos receberam um lanche, cartilhas e gibis de reforço sobre educação no trânsito. O Material também foi enviado para a escola gratuitamente.

Estudante do quinto ano da Escola Municipal Cledon Cavalcante, Robson Kauan, de 10 anos, era um dos mais animados da turma. Ele diz que aprendeu que na hora de atravessar a rua tem que olhar para os dois lados e sempre usar a faixa de pedestres. “Sempre que saio com a minha mãe, a  gente usa a faixa de pedestres. Eu também gosto de usar a passarela e ver tudo lá do alto”, brincou. “Uma brincadeira que não gera risco de vida”, completou o instrutor.

Plano para proteger a diversidade biológica será discutido em audiência pública

Estudo realizado em Área de Proteção Ambiental encontrou registros de 200 espécies de seres vivos, entre elas a maior mosca do mundo e várias plantas medicinais

Rafaela Diniz - Com o objetivo de proteger a diversidade biológica, disciplinar o processo de ocupação e assegurar a sustentabilidade do uso dos recursos naturais, a Prefeitura de Queimados, por meio da Secretaria Municipal do Ambiente, deu início ao plano de manejo - documento técnico que estabelece o zoneamento e as normas que devem reger as Áreas de Proteção Ambiental – da APA Guandu Jacatirão, localizada próxima ao Distrito Industrial. Por conta disso, será realizada uma audiência pública, na próxima segunda-feira (23), às 18h, no Teatro Municipal de Queimados – Av. Vereador Marinho Hemetério de Oliveira, S/N – Pacaembu, para que a população aprove o documento.

Durante o processo de estudo da área realizado nos últimos três meses, foram encontradas aproximadamente 200 espécies de seres vivos, das quais 162 animais e 38 vegetais. Entre elas, a mosca Gauromydas Heros ou popularmente conhecida como Mosca do Cavalo do Cão. Considerada rara, a maior mosca do mundo, que mede de seis a sete centímetros, dependendo da disponibilidade de alimento na região, foi registrada pela primeira vez na Baixada Fluminense.

Dentre as espécies de plantas encontradas na região, 60% são de espécies medicinais. Entre elas a Embaúba, que pode ser utilizada no tratamento de casos de pressão alta, bronquite, tosse, feridas na pele, taquicardia, tuberculose, asma, coqueluche e diabetes e a Joanésia Príncipe, que serve para tratar a prisão de ventre.

Segundo o Secretário do Ambiente de Queimados, José Carlos Leal Nogueira, a participação da população na elaboração do Plano de Manejo da APA Guandu Jacatirão é de extrema importância. “Precisamos da participação da sociedade para validar o Plano de Manejo realizado naquela APA. Esse documento nos permite traçar metas para delimitar e proteger aquela área, que já tem indícios de atividades de caça e extração de mel ilegal. Depois de aprovado, o plano de manejo nos permitirá tomar providências quanto à preservação das espécies de fauna e flora que existem naquela área’, explicou.

Projetos ambientais à vista

O Plano de manejo realizado pela empresa Helium Verde com a fiscalização do Conselho Municipal de Defesa e Proteção do Meio Ambiente (COMDEMA), foi o maior levantamento de espécies já realizado dentro do Município. “Com o plano de manejo, é possível traçarmos metas para implantar atividades de educação ambiental para as pessoas do entorno, viveiros florestais e até mesmo um museu da Mata Atlântica. Para isso, precisamos que ele seja validado pela sociedade”, concluiu o Secretário.

Além da APA Guandu Jacatirão, o município de Queimados conta com mais cinco Unidades de Conservação, são elas: APA Luiz Gonzaga de Macedo (Fanchem), APA Municipal Do Carmo, APA Jacatirão, Parque Natural Municipal (Morro da Baleia) e Parque Natural Municipal Onça Feliz (Morro da Torre).

Exposição de arte fica aberta ao público até o dia 30 de maio


Artista queimadense detalha diferentes tipos de viagens em 15 telas pintadas a óleo. Visitação é gratuita e pode ser feita inclusive nos próximos dois sábados

Dine Estela - O Espaço Cultural Antônio Fraga, localizado no saguão da Secretaria Municipal de Educação de Queimados (Rua Hortência, Centro), recebe até o próximo dia 30 maio a exposição “Viagem”, do artista plástico local Marcus Bastos. A abertura aconteceu na última quinta-feira (18) e contou com a presença do secretário Lenine Lemos. As obras consistem em 15 telas de 18x24 cm até 1,8x1,35 metros em pintura a  óleo sobre tela e eucatex, acrílico sobre tela e alguns lápis. As visitas podem ser feitas de segunda a sexta-feira e também nos próximos dois sábados, das 8h às 18h.

A exposição fala das viagens, principalmente aquelas que são feitas diariamente de trem, mas também trata de outros tipos de passeios, como os espirituais retratados nos quadros “Caronte Só” e “Caronte na hora do Rush”, são duas telas de pessoas em barcas, representando os espíritos.

Marcus Bastos, de 47 anos, é estudante do curso de artes visuais da UFRJ e deixou a profissão de dentista, herança do pai, para seguir a carreira de artista plástico. Ele conta que não foi fácil, mas que a profissão é muito gratificante. “Eu não me sentia feliz com a profissão que tinha. Já não trabalhava com afinco e demorava mais do que o necessário nos procedimentos. Cheguei a entrar em depressão e foi a arte que me salvou. Então fui para a faculdade aprender um pouco mais sobre o assunto e hoje faço da arte minha grande mola mestra”, observou.

Este dom de Marcus também vem de berço, assim como a profissão de dentista, garante um de seus antigos mestres, o professor Avelino de Almeida Filho, que também é artista plástico. “Soube que tinha um menino que fazia muito bem caricaturas e quis conhecê-lo. Quando me deparei com os traços de Marcus, fiquei encantado. O conheci ainda menino em uma oficina de arte em Queimados e depois disso trabalhamos mais de 20 anos juntos”, lembrou.

A exposição agradou tanto ao público presente que o secretário de Educação, professor Lenine Lemos já convidou o artista para produzir uma oficina de artes com os alunos da rede municipal. “Marcus é um artista completo, tem sensibilidade para tratar dos assuntos. Sua arte será fundamental no auxílio da educação em Queimados. Vamos preparar uma oficina de artes para os alunos e também uma outra exposição ainda neste semestre. O tema ainda é surpresa”, adiantou.

O curador da exposição, o professor de História da Arte do Instituto de Artes da UERJ, Mauro Trindade compara a obra do autor com outros grandes mestres das artes. “O trabalho do Marcus filia-se a  grandes mestres como Joseph Turner, Claude Monet, Edouard Manet e outros artistas que transformaram a arte no século XIX e que hoje estão nos maiores museus do mundo ao conjugar uma técnica apurada com uma visão aprofundada de nossos dias. Dono de um desenho soberbo, com perfeito domínio dos recursos do grafite e do óleo, o artista descobre e redescobre novas maneiras de trabalhar com o pincel e o lápis, de fixar as imagens e de expor seus trabalhos, o que confere à sua obra a força do experimento artístico”, observou.

Perfil do artista

Nascido em Queimados, Marcus Bastos é casado e tem uma filha de 12 anos. Como a maioria dos artistas, precisa de outras fontes de renda para se manter e  já atuou até como dentista, “Parei com a profissão de odontólogo em 2008. Hoje, apenas estudo e faço arte. Não é fácil, mas nem tudo dá para calcular na vida. Abandonar a primeira profissão não foi e nem é muito fácil”. Concluiu.


Queimados realiza ações contra o abuso e exploração sexual infantil


Palestras, distribuições de panfletos em escolas, praças e prédios públicos foram ponto alto da ação

Leandro Machado - Em 18 de maio é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes e, para comemorar a data,  a Prefeitura de Queimados, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, realizou, durante toda a semana, diversas ações de conscientização nas ruas, praças, escolas e outros aparelhos públicos. As atividades tiveram a parceria do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), CMDCA (Conselho Municipal da Criança e Adolescente) e Conselho Tutelar. 

Com o tema “Esquecer é permitir, lembrar é combater”, a ação alcançou crianças e adultos, através de palestras e panfletagem em locais estratégicos no município. O secretário municipal de Assistência Social, Elton Teixeira, falou sobre a necessidade de manter programas que intensifique o combate aos crimes relacionados às crianças e adolescentes: “Infelizmente não são casos isolados e nós devemos estar atentos a cada momento. Nossas crianças são vulneráveis, mas podemos evitar muitas coisas se ficarmos atentos”, destacou.


Para encerrar as atividades, a Escola Diva Teixeira, no bairro Nova Cidade, recebeu profissionais para uma palestra de conscientização para os cerca de 400 alunos da unidade. O CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) do bairro São Jorge também contou com atividades sobre o tema. Equipes dos órgãos envolvidos na ação percorreram as ruas da cidade com cartazes e distribuição de panfletos no comércio e nos sinais de trânsito.


Números assustam

No Brasil, o Disque 100 e o aplicativo Proteja Brasil são os principais meios de denúncia dos crimes envolvendo crianças e jovens. Apenas em 2015 e 2016, 37 mil casos de denúncias de violência sexual na faixa etária de 0 a 18 anos foram recebidos pelo Disque 100.

Apenas em 2016 foram 17,5 mil casos. A maior parte das denúncias é referente aos crimes de abuso sexual (72%) e exploração sexual (20%). As demais ligações estavam relacionadas a outras violações como pornografia infantil, sexting, grooming, exploração sexual no turismo, estupro.

Perfil das vítimas

Cerca de 67,7% das crianças e jovens que sofrem abuso e exploração sexuais são meninas. Os meninos representam 16,52% das vítimas. Os casos em que o sexo da criança não foi informado totalizaram 15,79%.

Os dados sobre faixa etária mostram que 40% dos casos eram referentes a crianças de 0 a 11 anos. As faixas etárias de 12 a 14 anos e de 15 a 17 anos correspondem, respectivamente, 30,3% e 20,09% das denúncias. Já o perfil do agressor aponta homens (62,5%) e adultos de 18 a 40 anos (42%) como principais autores dos casos denunciados.

Denúncia

As ligações no Disque 100 são gratuitas, e as denúncias são anônimas. O atendimento é 24h e ocorre inclusive nos domingos e feriados.

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Queimados comemora Dia Mundial da Reciclagem com tarde de atividades educativas


Medidas que preservam a natureza foram debatidas e explicadas à população em programação no Teatro Metodista


Rafaela Diniz - Reduzir, Reutilizar e Reciclar: esse foi o conceito abordado no Dia Mundial da Reciclagem na tarde desta quarta-feira (17), na programação especial oferecida pela Prefeitura de Queimados, por meio da Secretaria Municipal de Ambiente. A ‘tarde do saber’, realizada no Teatro Metodista, teve como objetivo conversar sobre reciclagem com a população e, principalmente, com os jovens do Município.

Um grupo de alunos do CIEP 341- Vereador Sebastião Pereira Portes apresentou a peça ‘O Luxo do Lixo’, que mostrou e explicou, de maneira divertida, sobre a reciclagem e a maneira correta de descartar o lixo. Logo após, o coral da escola cantou a música Planeta Água, de Guilherme Arantes.

O Secretário da Pasta, José Carlos Leal Nogueira, ressaltou a importância de oferecer conhecimento do tema para a população.

“É preciso que a sociedade faça sua parte, mas também que a Secretaria ofereça o conhecimento para a população. Não adianta nada a gente cobrar sem colaborar. Já temos como recolher lixo, esgoto e óleo usado. Isso gera renda pro Município, permitindo que se tenha mais investimento na área ambiental”, explicou.

Sustentabilidade com responsabilidade

Durante o evento, foram abordados temas como reciclagem animal e vegetal, logística reversa e padrões sustentáveis de produção e consumo. O especialista em Gestão e Educação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável, Sérgio Corrêa Cantalista, explicou um pouco sobre como é feita a coleta de materiais retirados de açougues e supermercados que não podem ser descartados em lixões.

“Os restos bovinos são retirados dos locais e transformados em outros produtos, como farinha, pra fazer rações animais e sebo liquido, pra fazer sabão. Isso é chamado de reciclagem animal. Já a reciclagem vegetal, recolhe o óleo de cozinha usado e o usa para fazer produtos de limpeza doméstica, como o sabão em barra e o detergente”, disse.

O Professor Doutor Adacto Ottoni, Professor Associado e Coordenador do Curso de Pós-Graduação "Lato Sensu" em Engenharia Sanitária e Ambiental da UERJ, falou um pouco sobre a importância da sustentabilidade e porque temos que tomar o máximo de cuidado com a natureza.

“Precisamos dos resíduos sólidos para utilizar seus materiais. Podemos usar a natureza, mas precisamos fazer isso da forma correta, que tem que ser socialmente desejável, economicamente possível e ecologicamente viável”, disse.

O Prefeito Carlos Vilela esteve no evento e parabenizou a equipe da Secretaria, além de agradecer a presença dos convidados e enfatizar a importância de sermos mais responsáveis com o lixo produzido.

“Precisamos continuar ensinando e orientando as pessoas, para aumentar a quantid
​ade de lixo reciclado dentro do Município. A população precisa ser um multiplicador, se todos fizerem sua parte, com certeza melhoraremos e cresceremos juntos. Queimados tem tudo pra ser uma cidade sustentável”, afirmou.



Imagens: Thiago Loureiro

Pequenos defensores e multiplicadores da Cidadania

Professora da rede pública de Queimados desenvolve atividade pedagógica além da sala de aula para estudantes que almejem um futuro melhor

Dine Estela - O projeto “Encontros e Reencontros”, que consiste na implementação de leitura nas escolas da rede pública municipal de ensino, desenvolvido pela Secretaria de Educação de Queimados, inspirou a professora de Letras, Tatiana Tomas, a levar sua turma do 5º ano da Escola Municipal Allan Kardec, localizada no bairro Vila do Tinguá, para conhecer a Defensoria Geral do Rio de Janeiro. Além do cunho pedagógico da iniciativa, está principalmente o social: Estudantes que vivem em áreas de vulnerabilidade social, agora já pensam em serem advogados e até juízes quando crescerem.

A ideia da visita veio de uma postagem na página da Defensoria nas redes sociais, que em abril compartilhou a história do servidor Samuel Diogo, um menino pobre que já fez de quase tudo um pouco para sobreviver e hoje trabalha na área de Tecnologia da Informação do órgão e está perto de concluir sua graduação.

O grupo foi recebido pelo defensor público-geral, André Castro e pelo coordenador do Interior e da Baixada Fluminense, Marcelo Leão, que entregaram a cada um dos estudantes um exemplar do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) para ser discutido também em sala de aula. Os alunos visitaram as dependências da instituição e tiveram até aula de Cidadania.

Foi a primeira vez que uma escola pública de Queimados visitou a Defensoria Pública, contou a professora Tatiana, que é estudante de Direito. “Fomos recebidos com muito carinho, as crianças ficaram encantadas pela acolhida e incentivo no âmbito social. Precisamos de efetivas atuações que propiciem novos diálogos, visões e bons exemplos. Que nossos alunos saibam que há opções além da realidade da comunidade onde vivem e que seus sonhos são possíveis.”, enfatizou a professora que aproveitou a atividade para estimular a parte prática da disciplina de Gênero e Produção Textual, com elaboração de cartas de agradecimento por parte dos alunos à Defensoria pela boa receptividade.  

Responsável pela transmissão do conteúdo aos alunos durante a visita, a Defensora Pública, Lívia Casseres, integrante do Núcleo de Defesa dos Direitos Humanos (NUDEDH), explicou que a igualdade é um direito e o motivo pelo qual a Defensoria assegura o acesso à Justiça a todos os cidadãos, independente de sua condição financeira ou social. “Muitos não sabiam que tinham profissionais qualificados para defendê-los de forma gratuita em questões que, aos poucos, foram se revelando triviais para eles, como pensão alimentícia e acesso à saúde. Com certeza vão repassar essas informações às suas respectivas famílias”, destacou.

Novos defensores

A visita à Defensoria Pública só foi possível graças ao apoio da direção da Escola Allan Kardec e também da Secretaria Municipal de Educação, que garantiu o transporte para a locomoção dos estudantes. “Essas ações têm suma importância para o desenvolvimento de nossos alunos. Essa visita pode parecer simples, mas tem o poder de transformar vidas. A professora Tatiana está de parabéns por querer desenvolver em nossos estudantes uma aspiração de futuro. O objetivo é que eles se tornem multiplicadores de cidadania”, destacou o secretário de Educação, o professor Lenine Lemos.

Ao se depararem com a rotina dos defensores, juízes e advogados, os alunos que tinham apenas o cotidiano do local onde vive como exemplo de vida, mudaram seus planos de carreira e decidiram ser advogados e quem sabe até juiz, como é o caso da estudante Sindielly Silva dos Santos, de 10 anos, que não vê a hora de começar a advogar e lecionar. Antes, porém, caprichou na carta de agradecimento à defensoria. “Aprendemos mais sobre os nossos direitos e que podemos decidir o rumo do nosso futuro”, concluiu a estudante.

Reunião debate facilitação da abertura e legalização de empresas em Queimados

Município deve inaugurar “espaço do empreendedor” ainda este ano

Imagem: Rafael Marinho/ Divulgação
Para discutir o processo de desburocratização na abertura e legalização de empresas no município de Queimados, o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Eduardo Braga, se reuniu com o delegado do CRCRJ (Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro), da delegacia de Nova Iguaçu, Jorge Miguel de Moura e o Conselheiro do CRCRJ, Victor Mota, na tarde desta quarta-feira (17).

O encontro aconteceu na sede da secretaria e teve como principal pauta o apoio do CRCRJ a medidas que facilitem trâmites demorados para empresários locais. Uma das melhorias seria a emissão online de Alvarás, junto a Jucerja (Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro).

O município de Queimados, que atualmente encontra-se em estágio avançado no processo, ganhou mais um reforço, e em breve irá inaugurar o espaço do empreendedor, com o objetivo de fortalecer a economia local, gerando emprego e renda.

"Nosso principal objetivo sempre vai ser oferecer apoio e suporte ao empreendedores queimadenses, seja de pequeno, médio ou grande porte. Agradeço ao CRCRJ pelo apoio que vai fortalecer ainda mais nossa luta pelo desenvolvimento econômico da região", disse o secretário Eduardo Braga.

"O município de Queimados está dentro da jurisdição da delegacia do CRCRJ de Nova Iguaçu e nós não poderíamos deixar de apoiar esse trabalho brilhante que vem sendo desenvolvido pelo prefeito Vilela e secretariado, principalmente a pasta do desenvolvimento econômico. Não vamos medir esforços para fazer este link intersetorial entre CRCRJ, prefeitura e Jucerja.", afirmou o delegado Jorge Miguel.

O próximo encontro está previsto para o mês de julho e contará com a presença de diversas autoridades, dentre elas, o presidente da Jucerja, Luiz Velloso. Além disso, o espaço do empreendedor deve ser inaugurado ainda este ano.

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Prefeitura de Queimados realiza demolições para evitar reocupação em área de risco

Afetados pelas enchentes de 2013, ex-ribeirinhos já acomodados em apartamentos do "Minha Casa, Minha Vida" dão adeus a imóveis condenados

Jéssica Moreira - Já acomodado em uma das 300 unidades habitacionais do Condomínio Sebastião Torres, Francisco de Araújo, de 36 anos, observa de certa distância sua antiga residência sendo demolida pela equipe da Defesa Civil. Tristeza? Ao contrário, o pedreiro afirma que tem tido uma nova vida desde as enchentes que atingiram o bairro Jardim Alzira, em dezembro de 2013.

“Morei aqui por 13 anos e na época foi difícil imaginar como seria. Mas, fomos bem assistidos e minha esposa recebeu o aluguel social até que fomos contemplados com um apartamento novo no Jardim da Fonte. Lá, estamos seguros e vivendo bem”, contou Francisco, ao lado da companheira Elen Honorio.

Realizada nesta quarta-feira (17), a demolição da casa de Francisco faz parte de uma iniciativa conjunta entre as Secretarias Municipais de Habitação, Conservação e Serviços Públicos e a Defesa Civil, que até o fim da semana vai incluir mais cinco imóveis na localidade, à beira do Rio Abel.

Para a subsecretária de Habitação, Romilda Gonçalves, a ação de conclusão do trabalho - que começou ainda em 2013, quando 90% dos moradores foram realocados logo após as fortes chuvas -, tem como objetivo principal evitar que os imóveis condenados sejam reocupados.

“Prezamos pela segurança da população, então precisamos garantir que essas áreas não voltem a ser ocupadas, pois elas continuam apresentando risco pela proximidade com o Rio Abel”, declarou.

De acordo com Leandro Sampaio, técnico da Defesa Civil, o órgão é acionado para vistorias toda vez que uma família é cadastrada junto à Habitação por ter sido removida de uma área de risco.

Imagens: Thiago Loureiro/SEMCOM - PMQ
“Depois que essas pessoas são retiradas dos locais, são incluídas no Programa, recebem novos imóveis por meio da habitação. Então, as casas condenadas ficam vazias, o que acaba atraindo outras famílias ou mesmo viram locais para uso de drogas. Por isso, o Ministério Público exige imagens de antes e depois das demolições para comprovar que pessoas foram beneficiadas pelos recursos financeiros do governo e que as áreas de risco foram liberadas”, explicou.

terça-feira, 16 de maio de 2017

A Viagem sob a visão do artista


Espaço Cultural Antônio Fraga vai receber 15 telas produzidas por artista local que dará destaque ao percurso diário feito pelo viajante de trem


Dine Estela: As viagens, principalmente aquelas que são feitas diariamente de trem, vão ganhar um colorido diferente sob a perspectiva do artista plástico queimadense, Marcus Bastos, de 47 anos. Estudante do curso de artes visuais da UFRJ, ele lançará nesta quinta-feira,18, a exposição “Viagem”, no Espaço Cultural Antônio Fraga, localizado no saguão da Secretaria Municipal de Educação (Rua Hortência, Centro), a partir das 19h. As telas ficam na cidade até o dia 30 de maio e poderão ser visitadas gratuitamente de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
A exposição está sendo realizada à convite da Secretaria Municipal de Educação e segundo o secretário, professor Lenine Lemos, esta será uma ótima oportunidade para mostrar para o mundo mais uma vez ,os talentos da cidade de Queimados. “Temos muitos talentos em nossa cidade em todas as áreas, cabe a nós enquanto poder público estimular a divulgação estes bons exemplos para nossas crianças.” Enfatizou. 




A exposição “Viagem” irá apresentar 15 telas de 18x24 cm até 1,8x1,35 metros em pintura a  óleo sobre tela, óleo sobre eucatex, acrílico sobre tela e alguns lápis sobre papel e irão mostrar um pouco do cotidiano do viajante, principalmente o viajante de trem, mas  não apenas este tipo de viagem, conta o artista. “Sempre fui muito reflexivo e quando passei a frequentar o curso de artes, viajando de trem, algo me chamava a atenção, a superlotação dos trens e o crescimento de Queimados ao redor da estação ferroviária, tudo isso, me motivou a tentar falar algo sobre, mas também poderão ver outros tipos de viagens que fiz”. Explicou. 


O curador da exposição, professor de História da Arte do Instituto de Artes da UERJ, Mauro Trindade compara a obra do autor com outros grandes mestres das artes. “À primeira vista, mobilidade urbana, especulação imobiliária e qualidade de vida podem não parecer temas das artes em geral. Mas são assuntos discutidos há cerca de 200 anos em pinturas de Joseph Turner, Claude Monet, Edouard Manet e outros artistas que transformaram a arte no século XIX e que hoje estão nos maiores museus do mundo. 

O trabalho de Marcus Bastos de Oliveira filia-se a estes grandes mestres ao conjugar uma técnica apurada com uma visão aprofundada de nossos dias. Dono de um desenho soberbo, com perfeito domínio dos recursos do grafite e do óleo, o artista descobre e redescobre novas maneiras de trabalhar com o pincel e o lápis, de fixar as imagens e de expor seus trabalhos, o que confere à sua obra a força do experimento artístico”. Observou. 

O curador adiantou que a exposição também vai mostrar um pouco  duração dos trajetos, a frequência de saída, a interrupção do trânsito e o cansaço dos viajantes após um dia de trabalho exaustivo estão presentes em suas telas. Como um repórter de seu tempo, ele retrata de forma alegórica o quanto a energia do viajante é exaurida nessas travessias e o quanto de sangue é consumido, dia após dia, para pagar pelo direito de ir e vir. 

“O fato de a primeira exposição individual de Marcus Bastos de Oliveira ocorrer nesta cidade não é um acontecimento fortuito ou uma mera oportunidade. É uma declaração de amor e um manifesto por uma vida melhor para todos nós.” Destacou o curador. 


Perfil do artista

Nascido em Queimados, Marcus Bastos é casado e tem uma filha de 12 anos. Como a maioria dos artistas, precisa de outras fontes de renda para se manter e  já atuou até como dentista, “Parei com a profissão de odontólogo em 2008. Hoje, apenas estudo e faço arte. Não é fácil, mas nem tudo dá para calcular na vida. Abandonar a primeira profissão não foi e nem é muito fácil”. Concluiu.




x