quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Prefeitura de Queimados lança programa ‘ID Jovem'

Documento possibilita que jovens tenham acesso exclusivo aos benefícios desde meia-entrada em eventos até desconto no sistema de transporte coletivo interestadual

Foto: Thiago Loureiro
Marina Mendes - A Prefeitura Municipal de Queimados vai promover, no próximo dia 12, um evento de lançamento do Programa Identidade Jovem (ID Jovem), o documento que assegura o direito de jovens de 15 a 29 anos, de famílias de baixa renda, à cultura, ao território e à mobilidade. A ação acontecerá na Escola Metodista, que fica na Av. Vereador Hemeterio Oliveira, no Bairro Pacaembu, às 17hrs.

O programa, que foi lançado em dezembro do ano passado pelo governo federal, dá vantagens exclusivas à juventude, sem nenhum vínculo às instituições de educação, como era antes. Os portadores do ID terão acesso de meia-entrada em cinemas, teatros, shows, eventos esportivos, duas vagas inteiramente gratuitas e mais duas com 50% de desconto em viagens interestaduais.

Foto: Thiago Loureiro
Para obter o documento, basta a comprovação de renda familiar de até dois salários mínimos, ter o NIS (Número de Identificação Social) e o cadastro único atualizado. Caso o jovem não possua o NIS, basta ir até o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de sua cidade e fazer a solicitação.

A carteirinha do jovem será emitida gratuitamente e ainda terá versão virtual, disponível no aplicativo do programa. Depois do primeiro acesso, o ID fica gravado e dispensa internet móvel para conseguir ser apresentado nas bilheterias e entradas de eventos.  
Para o prefeito Carlos Vilela, um programa como o ID Jovem é um grande passo para incentivar e aproximar cada vez mais os jovens das atividades culturais. “Pensamos nesse grande evento porque além de merecer, nossos jovens são o nosso futuro. Mas nossa missão vai para além de divulgar o programa, o que nós queremos é mostrar a eles como é importante estar ligado a arte, a cultura e à educação, pois é assim que se caminha para o sucesso.”

Para o Coordenador de ações para a juventude, Felipp Castelano, o programa é essencial para melhorar a questão da acessibilidade dos jovens, dentro e fora da cidade. “Acessibilidade, essa é a palavra certa. O ID Jovem é tão importante para melhorar o acesso quanto para atrair esses jovens para os ambientes culturais. A identidade vai tornar possível que um jovem de Queimados amplie até mesmo suas oportunidades, como viajar para outro estado para prestar um concurso público ou vestibular sem se preocupar tanto com os valores do transporte, por exemplo”, afirma.

Layla Santos, de 17 anos, ficou bem empolgada com a novidade. “Esse projeto vai ajudar muitas pessoas porque vai fazer elas conhecerem coisas novas. Eu, por exemplo, tenho muita vontade de conhecer Belo Horizonte, em Minas, e Natal, no Rio Grande do Norte, mas pelos preços da passagem, isso não era possível. Sei que agora com essa identidade vai facilitar pra mim”, conta Layla.

Foto: Thiago Loureiro


A estudante, que também é cantora, é uma das convidadas para se apresentar no evento. A cantora Marcelle Nunes e o grupo de baile charme ‘Queimados Tem Seu Charme’ também estarão presentes. 

Beneficiários do BPC são convocados para recadastramento


Idosos e deficientes inseridos no Benefício de Prestação Continuada precisam atualizar informações no Cadastro Único para Programas Sociais para não perder auxílio mensal



Leandro Machado - A Prefeitura de Queimados, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, está convocando todos os beneficiários do BPC/LOAS (Benefício de Prestação Continuada), abono pago a idosos e deficientes físicos em situação de pobreza para serem recadastrados. Neste ano, serão recadastrados os idosos (acima de 65 anos) e, em 2018, será a vez dos deficientes de qualquer idade que recebem o benefício. Quem não realizar o recadastramento pode ter o benefício suspenso. No município, cerca de 5,4 mil moradores usufruem do benefício.

Os Beneficiários do BPC/LOAS estão sendo convocados para atualizarem as suas informações no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, que é o cadastro nacional utilizado nos programas sociais, como o Bolsa Família. O benefício é pago para pessoas maiores de 65 anos que não contribuíram para a Previdência Social e para as pessoas que por motivo de deficiência ou doença, sem a condição de segurados, não podem trabalhar. Os interessados devem procurar a sede da Secretaria Municipal de Assistência Social (Rua Eugênio Castanheira, nº 176 – Centro) ou um CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) mais próximo de sua residência para efetuar o cadastro, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.

O BPC não dá direito a 13° salário e nem prevê pensão por morte. A desburocratização para fazer o requerimento do BCP facilita o acesso e permite que as pessoas consigam o benefício de uma forma mais célere. Anteriormente, a solicitação para o auxílio só poderia ser realizado em uma agência da Previdência Social, mas, desde janeiro deste ano, a adesão das prefeituras e governos pode ser feita voluntariamente e deve ser realizada por meio de termo de cooperação. E Queimados faz um trabalho muito eficaz na política de assistência social.

O cidadão para ter direito ao benefício, além dos pré-requisitos básicos, precisa comprovar que não possui meios de se manter ou de ser sustentado pela família. Isso significa que é necessário ter renda de até ¼ do salário mínimo e estar cadastrado no CadÚnico.

O secretário Municipal de Assistência Social, Elton Teixeira, falou sobre a importância do auxílio: “O Benefício de prestação Continuada está garantido na constituição de 88. Ele é uma das principais ações na política de seguridade e assistência social. Para além de auxiliar as famílias mais simples a viver uma vida com mais dignidade, o BPC ainda ajuda a aquecer a economia da nossa cidade. Por ano, esse benefício coloca mais de R$ 60 milhões na economia do nosso município”, disse.

Principais requisitos para receber o benefício

Ser brasileiro, nato ou naturalizado, ou possuir nacionalidade portuguesa; Comprovar residência fixa no Brasil; Possuir renda por pessoa do grupo familiar a ¼ de salário mínimo vigente (confira a seção “Grupo Familiar” logo abaixo, para saber quem faz parte para o cálculo da renda); Não estar recebendo nenhum outro benefício da Seguridade Social (como aposentadorias e pensão) ou de outro regime, exceto benefícios da assistência médica, pensões especiais de natureza indenizatória e remuneração advinda de contrato de aprendizagem. É necessário alertar que agora o beneficiário deverá declarar que não recebe outro benefício no âmbito da Seguridade Social.
  

Para o idoso: idade igual ou superior a 65 anos, para homem ou mulher; Para a pessoa com deficiência: qualquer idade – desde que comprove, em perícia médica, impedimentos de longo prazo (mínimo de 2 anos) de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, os quais, em interação com diversas barreiras, possam obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as pessoas que não possuam tal impedimento; Estar inscrito no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal – CadÚnico –, antes da apresentação de requerimento à unidade do INSS. Famílias já cadastradas devem estar com cadastro atualizado no máximo há 2 anos.

Queimados adere ao Pacto Nacional pela alfabetização na idade certa


Proposta tem como principal objetivo assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos de idade ao final do 3º ano do Ensino Fundamental
Dine Estela: O município de Queimados passa a integrar a lista das cidades que aderiram ao Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC).  A iniciativa é uma ação do Ministério da Educação (MEC) que reafirma e amplia o compromisso de alfabetizar as crianças de escolas públicas na idade apropriada. A proposta foi apresentada na manhã desta quinta-feira (31), no Teatro Metodista, aos educadores da rede pública municipal e irá contemplar mais de 400 profissionais de educação neste semestre. O público-alvo inclui professores do primeiro segmento, implementadores de leitura, coordenadores pedagógicos, além dos articuladores do Programa +Educação
O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa é um compromisso formal assumido pelos governos federal, estados e municípios de assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos de idade, ao final do 3º ano do Ensino Fundamental. Em Queimados, o programa será apresentado em três eixos: oficinas de vivências coletiva, reflexão  crítica das práticas pedagógicas e novos roteiros de aprendizagem.
O Secretário de Educação de Queimados, professor lenine Lemos, faz um apelo à toda a sociedade para que estejam juntos nesta luta contra o analfabetismo no Brasil. “Precisamos que todos estejam juntos nesta luta. A comunidade escolar e a sociedade para que possamos melhorar nosso índice de desenvolvimento educacional e acabar de vez com o analfabetismo em nossa cidade. Estamos fazendo a nossa parte com a formação continuada de nossos profissionais, mas não podemos fazer tudo sozinhos, a família e a sociedade precisam estar unidas”, enfatizou.
Já a subsecretária de Educação, Lina Vasconcelos, ressalta que também serão avaliados e destacados os trabalhos já existentes como forma de valorização das escolas e dos profissionais comprometidos com a elevação dos índices de alfabetização dos estudantes. “Temos muitas práticas premiadas em educação e que precisam ser ampliadas como forma de incentivo para que outros profissionais vejam que é possível. As dificuldades existem, mas a boa vontade política faz a grande diferença”, destacou.
Nova forma de alfabetizar
Para a professora Maria da Glória Gomes, professora do 1º segmento na Escola Municipal Metodista,  essa nova abordagem sobre a alfabetização pode ajudar muito a diminuir o índice de analfabetos no país. “Mais do que saber juntar palavras, a criança precisa entender sobre o que está falando ou lendo. O letramento vai além dos fonemas, é uma questão de percepção política da realidade e de suma importância para o aprendizado. Por isso, não abro mão das minhas aulas de leitura e fico muito satisfeita em ver o deleite dos alunos com este momento que eles consideram de lazer em sala de aula”, destacou.
Ao aderir ao Pacto, os entes governamentais se comprometem a alfabetizar todas as crianças em Língua Portuguesa e em Matemática; realizar avaliações anuais universais, aplicadas pelo INEP, junto aos concluintes do 3º ano do ensino fundamental;no caso dos estados, apoiar os municípios que tenham aderido às Ações do Pacto, para sua efetiva implementação.
Há  uma proposta em estudo pelo MEC para reconhecer e valorizar as escolas comprometidas com a elevação dos índices de alfabetização dos estudantes, premiando as 5% mais exitosas e apoiando as 5% com maiores dificuldades de alfabetização.  Mais informações:  http://pacto.mec.gov.br/noticias/134-adesao-2016



Defesa Civil ensina noções básicas de primeiros socorros aos educadores da rede pública de Queimados


Agentes municipais dão aula teórica e prática a fim de orientar profissionais a agirem corretamente em situações de emergência



Leandro Machado - O que fazer quando um aluno tem uma queda na sala de aula ou está com uma febre muito alta? Estes são exemplos de algumas das diversas ocorrências que aparecem diariamente nas escolas e, os profissionais da educação precisam estar atentos para decidirem o que fazer. Pensando nessas emergências, a Secretaria de Defesa Civil de Queimados aplicou na manhã desta quinta-feira (31) aulas teóricas e práticas de primeiros socorros e prevenção de incêndios para professores, cuidadores e auxiliares de serviço geral da Escola Municipal Monteiro Lobato, no bairro São Francisco, em Queimados.

Cerca de 30 profissionais da educação participaram das aulas e perceberam que práticas, às vezes simples, podem ser determinantes para salvar uma vida. O secretário municipal de Defesa Civil, Davi Brasil, destacou a ideia de expandir o curso para as demais escolas do município: “Já realizamos um curso para todos os cuidadores, mas queremos agora entrar em cada escola e conhecer a necessidade de cada unidade. São conhecimentos que precisam ser passados para quem está todos os dias cuidando de crianças”, ressaltou.

O responsável pelas aulas práticas foi o agente de Defesa Civil, André Faria. Ele abordou temas como fraturas, luxações, contusões e entorses; Infarto e parada cardiorrespiratória, entre outros. “Mais do que ensinar os profissionais, é importante que estes conhecimentos cheguem até os responsáveis pela criança. E, às vezes, você consegue observar um problema de saúde com a convivência. A emergência pode ocorrer na escola, mas é dentro de casa que aparecem os sinais”, destacou.

Quem estava radiante a cada detalhe das aulas era a diretora da unidade, Leni de Oliveira (56). Ela quem solicitou às secretarias de Educação e Defesa Civil o curso para os profissionais da escola: “Estão todos muito felizes. Sabemos que este assunto é muito importante e nós lidamos com estes problemas diariamente. São quase duas ocorrências por dia e quanto mais preparados estivermos é melhor”, ressaltou.

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Escola Municipal debate o encontro das diferenças através da arte

Música, dança, arte e muita história marcou culminância de projeto que destaca a importância do folclore brasileiro através de ícones negros e indígenas
Dine Estela: Cantigas de roda, dança de quadrilha, comidas típicas e muita história para contar, principalmente sobre ancestrais indígenas e afro-brasileiros, tudo isso, em ritmo de brincadeira de criança. Assim foi a culminância do projeto “Encontro das Diferenças”, realizado nesta quarta-feira, 30, na Escola Municipal Monteiro Lobato, localizada no bairro São Francisco, em Queimados. O evento também destacou ícones do folclore brasileiro e  os alunos ainda participaram de roda de capoeira e contação de história sobre ícones da cultura africana.
Para Tamires Cosaquevite, 33, mãe do pequeno Theo de Souza, de  apenas 4  anos, a atividade foi um momento importante não somente para a criança, mas para a toda a família. “Nestes momentos aproveitamos para compartilhar o cotidiano do aluno dentro da escola e ver como ele se sente à vontade dentro desse ambiente tão familiar e acolhedor. Meu filho sofre com uma doença rara e a escola tem feito muito bem para ele. Estou muito satisfeita”, enfatizou. Theo estava acompanhado da avó, bisa, tios, além do pai e mãe.
Segundo a diretora da escola, professora Leci de Oliveira, os alunos desenvolveram ao longo de todo mês atividades referentes  ao projeto “Encontros das Diferenças”, com base no projeto “Encontro e Reencontros”, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação, que trata das questões de raça. “O projeto desenvolvido pelo Departamento de Educação da Secretaria nos deu o grande mote do evento. Através dele, debatemos durante todo o mês e transformamos este debate em mostra pedagógica, através dos trabalhos de artes, artesanato, música e dança, para apresentarmos para a comunidade escolar neste dia 30 de agosto. Fizemos com que todos trabalhassem juntos a questão do racismo, preconceito de raça e até de gênero”, enfatizou.

Gestores culturais da Baixada se reúnem com secretário de Estado de Cultura a fim de melhorias para o segmento em toda a região


Prefeito de Queimados, Carlos Vilela, participou do encontro que teve como reivindicações circulação de espetáculos pelas cidades e criação de novos equipamentos públicos
  

Leandro Machado - O município de Queimados recebeu na manhã desta quarta-feira (30), o encontro do Fórum Permanente de Gestores Públicos de Cultura da Baixada Fluminense, que teve o objetivo de discutir e apresentar propostas para fomentar atividades e aparelhos culturais na região.  A reunião realizada no Cine-Teatro Delcy de Souza teve a participação do Secretário de Estado de Cultura, André Lazaroni, do prefeito de Queimados, Carlos Vilela, do Secretário Municipal de Cultura, Marcelo Lessa, além de representantes dos municípios de Nova Iguaçu, Japeri, Paracambi e Belford Roxo.

No encontro, os gestores apresentaram as demandas culturais de seus municípios e colocaram em pauta diversas propostas para melhorar o acesso da população da Baixada Fluminense à cultura. Entre as sugestões expostas está a circulação de espetáculos da Secretaria de Estado de Cultura pelos municípios, patrocinados pela lei do ICMS, ou como aula pública das escolas de dança e música.

Outro projeto que foi apresentado é a implementação das “UPAS de Cultura”, que visa a captação de recursos junto à iniciativa privada, para a aquisição das estruturas de ferro, similares às Unidades de Pronto Atendimentos, para criar espaços culturais nas cidades. O prefeito de Queimados, Carlos Vilela, destacou a importância de receber pessoas ligadas à cultura para debater o tema, mesmo em tempos de crise: “Sabemos da dificuldade financeira que passamos e só através de parcerias conseguiremos avançar e discutir soluções culturais para nossa região é de suma importância”, disse.

O Secretário de Estado de Cultura, André Lazaroni, fez um resumo do encontro: “A reunião foi muito produtiva, pois tivemos reunião com pessoas que conhecem de perto as demandas culturais da Baixada Fluminense e a intenção é discutir e criar programas para que possamos, em conjunto com os municípios, atender os moradores da região. Nossa meta é essa: A interação. Destacamos aqui hoje a necessidade de investir em estrutura, pois a região tem necessidade de equipamentos locais para teatro, cinema e fomentar as culturas tradicionais das regiões”, falou.

Outra reivindicação dos representantes da Baixada Fluminense foi o incentivo a movimentos culturais tradicionais e a luta pelo fim da intolerância religiosa que afeta diretamente a cultura. O secretário municipal de Cultura, Marcelo Lessa, falou sobre o resgate destas tradições que estão se perdendo atualmente: “Nossas cidades têm identidade própria e diversas manifestações culturais que estão enfraquecendo por falta de motivação do poder público. São nossas raízes e não podemos perder nossa identidade, afinal, cultura não se resume a shows de cantores famosos”, ressaltou

Novidades para a Baixada

O presidente do Fórum e subsecretário municipal de Cultura, Leandro Santanna, destacou que foi a primeira vez que um prefeito participa do Fórum e explicou um pouco mais sobre o tema: “Estamos juntos desde 2009 e buscamos parcerias com as outras entidades federativas para alcançarmos melhorias para a região na área da cultura. Somos uma espécie de consórcio em busca de recursos, afinal, os problemas dos municípios são muito parecidos. E o  importante de receber o secretário foi ver o compromisso  de ouvir  as nossas demandas e criar a proposta, por exemplo, de circulação de espetáculos pelas cidades da região. Saímos daqui bastante animados”, disse. 


Após ouvir as demandas, anotar e debater abertamente cada um dos itens, André Lazaroni destacou o projeto de ocupação de espaços públicos que não estão sendo utilizados nos municípios para aplicação de aparelhos culturais; “Quero pedir a você que façam um levantamento de prédios públicos que estão fechados que a nossa proposta é reabri-los para a Cultura. Sejam espetáculos, oficinas ou qualquer outra atividade cultural”, disse Lazaroni.

Braçadas rumo à inclusão social

Projeto de natação abre oportunidade para moradores de Queimados participarem de competições esportivas.  Prefeitura é parceira da iniciativa que tem ex-nadador da seleção brasileira como padrinho ilustre

Rafaela Diniz - Tornar acessível e permanente a prática da natação em piscina e no mar para crianças e jovens da Baixada Fluminense. Essa é a proposta do Projeto Golfinhos da Baixada, que conta com o apoio da Prefeitura de Queimados, através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer e há seis anos funciona como vitrine para moradores da região que sonham com uma vida melhor através do esporte.

O time campeão de natação dos Jogos da Baixada 2017, faz parte do projeto, que já levou os jovens para competir em São Paulo, Salvador e Manaus. A iniciativa prepara os jovens para participar de competições, tanto em piscinas, quanto em mar aberto. O projeto surgiu como uma ideia de dois jovens recém formados e com vontade de ajudar a população. Assim que se formaram em 2011, Eloi Farias e André Pequeno enxergaram a necessidade de se manter um projeto social, envolvendo esportes, que ajudassem os jovens a pensar num futuro melhor. Assim nasceu o Golfinhos da Baixada, uma ONG sem fins lucrativos, que já ajudou muitos jovens a ingressar na carreira esportiva.

A Prefeitura de Queimados oferece à equipe o suporte necessário para participar de diversas competições pelo estado do Rio, como transporte e alimentação para os atletas. “Através do esporte e da educação, conseguimos moldar os jovens para que alcancem grandes coisas. Esse projeto é uma maravilha e deve ser apoiado. Ele tira o jovem da ociosidade, abrindo novos horizontes e mostrando que é possível melhorar de vida”, ressaltou o Secretário Municipal de Esporte e Lazer, Júlio Coimbra.

“Damos aulas totalmente gratuitas para as crianças, mas destacamos que, para mantermos o projeto, precisamos que os pais nos ajude de alguma forma. Ficamos muito felizes, quando os próprios pais começaram a pagar um valor simbólico, para nos ajudar nas contas. Com a ajuda deles, conseguimos manter nosso centro de treinamento. Sempre prestando contas, para mostrar de forma transparente, como gastamos essa colaboração”, explicou Eloi Farias, de 29 anos, um dos fundadores do projeto. 

Para o aluno Matheus Oliveira Mazzala, de 17 anos, que faz parte da equipe vencedora dos Jogos da Baixada, o projeto é como uma segunda família. “O Golfinhos mudou minha vida. Participo dele desde sua criação em 2011 e gosto muito. Através da natação, conheci muitas pessoas e fiz muitos amigos, além disso, o projeto me ajudou a escolher minha profissão. Quero fazer Educação Física para continuar nele e ajudar a mantê-lo funcionando”, disse.

Medalhista de ouro é padrinho

Se bom exemplo é para ser seguido, os jovens nadadores têm em quem se espelhar. O projeto tem como padrinho o medalhista de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg, no Canadá, e especialista em maratona aquática,  o nadador Luiz Lima, que faz questão de acompanhar de perto a rotina de treinamento dos pequenos.

Na semana passada, ele deu dicas para os atletas melhorarem o desempenho. “O mar tem suas particularidades. A direção, por exemplo, é mais importante que a velocidade. O esporte vai além da competição, ajuda a lidar com o medo e emoções. Quando fui convidado para apadrinhar o projeto, aceitei de pronto. Os jovens são nosso futuro, precisamos investir neles”, afirmou Lima que é pentacampeão da Travessia dos Fortes, parte do Circuito Brasileiro de Águas Abertas e também participou da Olimpíada de Atlanta, em 1996, nos Estados Unidos, e de Sidney, na Austrália, em 2000.

Os Golfinhos da Baixada atendem crianças entre dois e 17 anos. Quem estiver interessado em participar ou fazer doações, pode procurar mais informações na secretaria onde funciona o projeto Rua Antônio Sobreira Sobrinho, nº 3 – Parque Eldorado ou pelo telefone 3695-6801.

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Programa de combate ao tabagismo registra mais de 900 atendimentos em Queimados

Fundado há sete anos, projeto oferece terapias em grupo e, se necessários, medicamentos específicos para combater o vício do cigarro

Nesta terça-feira (29) é lembrado o Dia Nacional de Combate ao Fumo, data que tem como missão conscientizar a população sobre os danos causados à saúde pelo uso excessivo do tabaco. Há sete anos, a Prefeitura de Queimados, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, desenvolve um projeto específico para enfrentar o tabagismo. Neste período, 937 pessoas já foram atendidas, sendo que cerca de 30% delas já conseguiram se libertar do vício do cigarro.

O programa funciona na sede da Vigilância em Saúde do município e consiste em terapias de grupo e atividades que focam no combate à ansiedade. A iniciativa envolve psicólogos e enfermeiros, e se preciso, médicos, dependendo do quanto o cigarro esteja influenciando na saúde do paciente. 

Moradora do Jardim Queimados, Maria das Neves, de 74 anos , foi a primeira paciente que se libertou inteiramente do vício através da terapia oferecida pelo projeto. Desde 2011 sem fumar, ela conta que no início foi difícil, houveram recaídas, mas que as terapias foram essenciais. “Além da terapia em grupo, também fiz a terapia individual, e sei que foi isso que me deu forças. Logo em seguida comecei com os remédios, mas depois de 6 meses, eu tentava ficar sem o adesivo e sem o remédio da ansiedade. Eu não podia trocar um vício por outro”, relata.

Atualmente Maria convive com alguns membros da família que ainda fumam, mas nada a faz voltar para essa realidade. “Se você não quiser, nenhuma ajuda vai fazer você sair do vício. 
É uma luta diária, e o pior, uma luta entre a pessoa e ela mesma, você sempre é o fator principal. Antes eu tinha muitas crises alérgicas e falta de ar, hoje tenho crise duas vezes no ano, ficou muito raro”, relata Maria.

Terapia alivia, mas é preciso força de vontade

Ana Ilza, coordenadora do projeto (à esquerda) e
Kelly Lisboa, subsecretária de Vigilância e Saúde 
Foto: Thiago Loureiro
Para Kelly Lisboa, subsecretária de Vigilância e Saúde, é importante a boa vontade do fumante para que o tratamento funcione de forma eficaz. “Antes de tudo, o indivíduo tem que querer isso pra vida dele. A terapia auxilia e o medicamento alivia a tensão dos pacientes, mas se ele não tiver força de vontade e tiver aqui por imposição de alguém, dificilmente ele consegue aderir o tratamento e chegar até a fase final. Ao abordar o usuário, a primeira coisa que nós perguntamos é o quanto essa pessoa quer”, afirma.

O Programa de Combate ao Tabagismo funciona todos os dias da semana, das 8h às 17h. Para se inscrever e participar, basta ir até a sede de Vigilância e Saúde, que fica na Avenida dos Inconfidentes, 659, Centro, Queimados ou pelo telefone: 2665-5815.





Prefeitura de Queimados dará posse ao novo Conselho Municipal do Idoso

Cerimônia será realizada na próxima quinta-feira no Centro de Esporte e Lazer da Terceira Idade. Mandato terá validade de dois anos

Divulgação PMQ
Aline Lopes- A Prefeitura de Queimados realizará na próxima quinta-feira (31) a cerimônia de Posse do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (COMDEPI), às 10h, no Centro de Esporte e Lazer da Terceira Idade (CELTI), na Av. Maracanã, s/n, Vila Pacaembu. O mandato dos membros eleitos corresponde ao biênio 2017/2019. 

A posse do conselho ocorre a cada dois anos. O órgão é composto por representantes do poder público e da sociedade civil e tem por objetivo supervisionar, acompanhar, fiscalizar e avaliar a política municipal do idoso. Além disso, deve promover a divulgação e conscientização da população sobre os direitos do idoso, constados no Estatuto do Idoso e propor projetos e ações que promovam sua participação em todos os níveis de atividades compatíveis com a sua condição. 

Para o Prefeito de Queimados, Carlos Vilela, a Posse do Conselho do Idoso serve como instrumento de garantia de direitos. “É obrigação do governo dá ao idoso proteção à vida e à saúde. E, é nessa área que o conselho irá atuar, para que não ocorra nenhuma negligência”, concluiu. 

O Secretário de Assuntos Institucionais/ Terceira Idade, Carlos Albino, relatou a importância da posse do novo conselho. “Eles precisam ter seus direitos colocados em prática e os novos conselheiros, como os antigos também, estão aqui para assegurar isso”, declarou. 

Ao todo, o conselho elegerá 20 membros, sendo 10 titulares e 10 suplentes. A Chefe de Gabinete da Secretaria Municipal de Terceira Idade, Maricéia Peluzio, será a nova presidente, a Professora de Educação Física, Luciene Maria Gomes será a vice-presidente, representando a sociedade civil. O COMDEPI é composto por cinco comissões que serão divididos entre os conselheiros, são elas: Políticas básicas, Garantia de direitos, Finanças, orçamento e fundos, Comunicação e Especial de Projetos. 

A Posse do Conselho será aberta ao público e eles receberão um calendário com a data de todas as reuniões previstas até o final do ano.

SERVIÇO: 

Assunto: Posse do Conselho dos Direitos da Pessoa Idosa
Data: 31/08
Horário: 10h
Local: Centro de Esporte e Lazer da Terceira Idade (Av. Maracanã, s/n, Vila Pacaembu)

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Prefeitura de Queimados paga adiantado salário dos servidores

Vencimentos estarão disponíveis na próxima quarta-feita na conta dos estatutários, comissionados e inativos

Foto: Thiago Loureiro
Aline Lopes- Mais uma vez a Prefeitura de Queimados conseguirá arcar com seu compromisso de efetuar o pagamento dos seus servidores antes da virada do mês. Ao todo 3.143 funcionários, entre estatutários e comissionados, já podem comemorar o salário antecipado referente ao mês de agosto, que será depositado nesta quarta-feira (30). Legalmente se tem até o quinto dia útil do mês para acertar o pagamento dos servidores.

O município foi o primeiro do estado do Rio a pagar a primeira parcela do 13° ao funcionalismo, no último dia 12 de junho, devido ao compromisso e organização financeira da gestão municipal.

O Prefeito Carlos Vilela fala sobre o compromisso da Prefeitura com os seus funcionários “Queremos sempre agradar nossos servidores, para que eles possam trabalhar satisfeitos e assim poderem produzir mais na sua área de atuação. Sem contar que grande parte do dinheiro circula aqui mesmo na cidade movimentando a nossa economia” destacou o prefeito ao lado do secretário de Fazenda, Fábio Cristiano e do de Administração, Getulio de Moura, durante reunião de rotina.

Inativos também recebem na quarta 

Aposentados e pensionistas do município também terão seus salários depositados na próxima quarta-feira (30). De acordo com o Instituto de Previdência do Município de Queimados (PREVIQUEIMADOS), a autarquia conta com 379 servidores.

De acordo com o Diretor-Presidente do PREVIQUEIMADOS, Marcelo Fernandes, o instituto publicou no Diário Oficial do município um calendário anual de pagamento, incluindo a segunda parcela do 13°. "Com a publicação desde janeiro da data dos pagamentos, os servidores podem se programar com seu salário”, concluiu. 

Queimados entrega certificados de formação a jovens e adultos

Centro de Artes e Esportes Unificados oferece 19 modalidades de cursos livres com o intuito de combater a ociosidade

Rafaela Diniz - Os alunos do Centro de Esportes e Artes Unificados receberam na manhã do último sábado (26), os diplomas dos cursos de administração, informática e inglês. Em cerimônia realizada no Teatro Metodista, cerca de 120 formandos saíram de lá com uma qualificação profissional para acrescentar no currículo.

Segundo o Prefeito Carlos Vilela, a oportunidade oferecida aos jovens deve ser aproveitada ao máximo. ‘“É necessário agarrar com unhas e dentes as oportunidades que estão recebendo de melhorar profissionalmente e crescer na vida. Estamos conseguindo oferecer qualificação gratuita e vamos ampliar esses serviços cada vez mais, porque entendemos que os nossos jovens são a nossa esperança de um futuro melhor”, disse.

Há pouco mais de um ano de funcionamento, o Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) Planeta Futuro, localizado no bairro São Roque, em Queimados, oferece 19 cursos livres para os jovens ociosos da localidade. Muitos deles vêem nos cursos a chance de mudarem de vida e crescerem profissionalmente.

“A maioria desses jovens quando não estão na escola, passam seu tempo sem nada pra fazer. Quando pensamos nesse projeto, queríamos oferecer a eles uma chance de pensar no futuro. A procura é grande, ficamos muito felizes de poder oferecer conhecimento aos jovens da nossa cidade”, explicou o Secretário municipal de Cultura e Turismo, Marcelo Lessa.

Os cursos oferecidos no local foram divididos em 58 turmas e tem duração de três a seis meses. São eles: Violão, Guitarra, Teclado, Contrabaixo, Bateria, Produção de penteados, Ginástica, Zumba, Teatro, Fotografia, Origami, Informática, Corte e escova, Artesanato, Inglês, Administração, Modelagem, Corte e Costura, Jazz e Hip hop. 

A previsão é de que sete novas modalidades de nível técnico, entre elas: RH, Empreendedorismo e Turismo sejam lançadas ainda neste semestre em parceria com uma instituição de ensino privada do município. Ao todo, mais de dois mil alunos já se formaram no CEU desde a sua fundação. "Eu estava em casa sem fazer nada, quando fiquei sabendo do curso fui logo procurar algum que fosse do meu interesse. Escolhi administração, porque acho que tem a ver comigo e pretendo estudar isso na faculdade", concluiu Lázaro Silva, que recebeu diploma de formação no curso de Administração.






Unidades de saúde de Queimados passam por avaliação de Programa Nacional de Atenção Básica

Iniciativa visa melhorar atendimento do cidadão e garantir continuidade de repasses financeiros do governo federal ao município

Foto: Thiago Loureiro
Aline Lopes- Com a intenção de avaliar a infraestrutura, os equipamentos, a disponibilidade de medicamentos e a satisfação dos cidadãos que utilizam as Unidades Básicas de Saúde de Queimados, técnicos do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade de Atenção Básica (PMAQ) iniciaram nesta segunda-feira (28), na Clínica da Família Pastor Rosalvo Dantas, no bairro Valdariosa, a série de visitas que farão às unidades de saúde até o fim desta semana a fim de avaliar a qualidade do atendimento e a continuidade dos repasses financeiros do governo federal.

O PMAQ existe desde 2011 e tem como objetivo incentivar os gestores e as equipes a melhorar a qualidade dos serviços de saúde oferecidos aos moradores.

A avaliação é feita em três tópicos: 10% da nota é para o uso de instrumento para que a própria equipe possa avaliar o trabalho que desenvolve, 20% desempenho em resultados firmados no momento que o programa começou a fazer o acompanhamento e 70% desempenho nos padrões de qualidade verificados por avaliadores externos que visitam as unidades.

Foto: Thiago Loureiro
“É bom passarmos por essas avaliações, assim podemos ver o quanto estamos acertando e onde falhamos, para assim melhorar a saúde do nosso município, pois queremos sempre o melhor para os moradores” disse a Secretária Municipal de Saúde, Drª Lívia Guedes.

A Supervisora da Equipe do PMAQ, Verena Moraes, explica como funciona a avaliação das unidades. “Somos uma equipe composta por quatro pessoas, coletamos todas as informações da unidade, entrevistamos usuários, encaminhamos o questionário on-line para o Ministério de Saúde e eles dão a pontuação final”. Concluiu.

Foto: Thiago Loureiro
A moradora do bairro Valdariosa, Vanilza Chagas, 38 anos, que faz o acompanhamento na Clinica há quase dois anos, pode fazer sua avaliação do atendimento dos profissionais “Acho aqui até melhor do que um médico particular, os funcionários nos atendem super bem. Fiz o meu pré-natal, hoje meu filho tem um ano e faz atendimento com pediatra dessa unidade”, declarou.

O resultado da avaliação das Unidades Básicas de Saúde do Município está previsto para sair até o final do ano no Portal do Departamento de Atenção Básica.

Mistura envolvente de ritmos estimula busca por vida saudável em Queimados

Prefeitura oferece aulas gratuitas de Zumba, Treinamento Funcional e Ginástica Localizada. Aulas acontecem três vezes por semana

Leandro Machado - A playlist é variada: Passa pelo sertanejo universitário, funk e envolve até o baile charme. A dança também é empolgante. Não se trata de nenhuma balada das tradicionais casas noturnas cariocas, mas sim das aulas de Zumba, Treinamento Funcional e Ginástica Localizada realizadas três vezes por semana gratuitamente pelos cerca de 150 integrantes do grupo "Medida Certa", na Vila Olímpica de Queimados, na Baixada Fluminense. Inspirados num quadro de programa de TV, os moradores passaram a ter uma vida mais saudável através da prática da atividade física.

Um grande exemplo vem da dona de casa Roselene Nicácio, de 49 anos. Frequentando as aulas há dois meses, a doméstica é uma das mais animadas e focadas nas atividades. E ela tem motivos para se empolgar, afinal, já perdeu cinco quilos em um mês e continua focada. “Eu saio do bairro Rosário e me sinto muito bem aqui. Além das atividades que me fizeram perder peso e ganhar ânimo no dia a dia, fiz amizades aqui. É com prazer que levanto cedo para vir treinar", disse. 

Os encontros acontecem na quadra poliesportiva da Vila Olímpica do município, localizado no bairro Vila Pacaembu. Sob o comando dos professores Adriana Maia e Bruno Freire, as aulas estão entre as atividades mais procuradas na Secretaria Municipal de Esporte e Lazer. “É bom ver que existem tantas pessoas saindo do sedentarismo e cuidando da saúde. É contagiante ver a animação das pessoas praticando atividades físicas. A procura está sendo grande”, destacou o secretário da Pasta, Júlio Coimbra. 

Sempre animada, a professora Adriana dá a dica para quem deseja perder peso e manter uma vida saudável sem cometer loucuras. “Para quem quer entrar em forma ou, simplesmente, manter o corpo saudável, não há segredos: é preciso unir uma alimentação equilibrada com a prática de exercícios físicos. Perseverança também é palavra-chave, exatamente por isso, é muito importante que a pessoa opte por um tipo de atividade física que realmente lhe agrade”, ressaltou.

Os interessados em participar das atividades devem se inscrever na própria Vila Olímpica e levar atestado médico, uma foto 3x4, cópias da certidão de nascimento e comprovante de residência. O cadastro pode ser feito das 8h às 17h. A Vila fica na Avenida Maracanã, s/nº - vila Pacaembu. Outras informações: 3698-1188