quinta-feira, 23 de março de 2017

Queimados irá recadastrar servidores inativos


Aposentados e pensionistas terão um mês para atualizarem seus dados junto à previdência municipal para não terem seus proventos suspensos

Marcelo Fernades, Diretor-Presidente do PREVIQUEIMADOS
Leandro Machado - Os 345 aposentados e pensionistas do município de Queimados, na Baixada Fluminense, devem ficar atentos, pois o PREVIQUEIMADOS (Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Queimados) divulgou nesta quinta-feira (23) o calendário de recadastramento deste ano. Os servidores terão um mês para atualizarem seus cadastros junto à previdência municipal, divididos em duas etapas. A autarquia começa a regularização no próximo dia 3 de abril e o prazo vai até o dia 3 de maio. Quem não realizar a atualização, pode ter seus proventos suspensos até a regularização.

Na primeira etapa, que vai do dia 3 ao dia 26 de abril, os servidores podem fazer o recadastramento presencialmente na sede da autarquia (Rua Félix, 24, Lote 1559, Vila Camarim), das 9h30 às 16h30. Ainda neste prazo, os beneficiários que não moram no município, podem fazer sua atualização via correios. Com esta opção, o servidor precisa fazer o reconhecimento de firma por autenticidade de todos os documentos em cartório e entrar no endereço eletrônico www.previqueimados.rj.gov.br e fazer o cadastro na aba Solicitação de recadastramento à distância. Em seguida, enviar os documentos exigidos pelos correios.

O diretor do PREVIQUEIMADOS, Marcelo Fernandes, destaca a importância da realização do recadastramento e intensifica os benefícios para o servidor e a autarquia: “Nós precisamos manter os dados atualizados, pois é exigência legal. Mas também precisamos monitorar os benefícios concedidos, consolidar as avaliações atuariais e aperfeiçoar a comunicação entre beneficiário e o instituto”.

Para facilitar a vida de pessoas que têm dificuldade na locomoção, a equipe do Instituto fará uma visita domiciliar com agendamento para realizar o recadastramento. A marcação da visita pode ser feita pelos telefones 2665-6503 ou 3770-3741 entre os dias 25 e 30 de abril.

Documentos para o recadastramento

Os documentos necessários para a regularização junto ao PREVIQUEIMADOS são: Identidade, CPF, Título de Eleitor, Cartão PIS/PASEP/NIT, comprovante de residência (originais), telefones e e-mails atualizados. Para beneficiários com dependentes, deverá levar Certidão de casamento ou união estável atualizada, Certidão de nascimentos de filhos menores de 21 anos, além de CPF, Título de eleitor e cartão PIS/PASEP/NIT.

Os aposentados e pensionistas inválidos, em decorrência de doença mental e os pensionistas menores de idade, serão representados por seus curadores, tutores, guardiões que deverão apresentar original da tutela, termo de guarda ou curatelada, expedida pelo Juízo que a deferiu. Ou no caso de guarda natural pelos genitores com a certidão de nascimento para pensionistas menores de 18 anos, além das documentações acima, os responsáveis devem comparecer, portando a certidão de nascimento.

Centro de Atendimento à Mulher será reativado em Queimados


Prefeitura assinou termo de cooperação técnica com o Estado para retomar serviço de apoio às mulheres vítimas de violência

Felipe Carvalho - Boa notícia para as mulheres de Queimados. O prefeito Carlos Vilela assinou nesta quinta-feira (23) um acordo de cooperação técnica com o Governo do Estado para a reativação do Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM). O órgão que prestará serviços jurídicos, psicológicos, sociais e administrativos às mulheres que precisam de apoio e orientação sobre violência doméstica e serviços de acolhimento à vítima vai atender já a partir desta sexta-feira (24) na Estrada do Lazareto, no bairro São Roque.

A unidade vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h. Durante a assinatura  do termo, realizada na sede da secretaria de Estado de Apoio e Proteção à Mulher e ao Idoso, no centro do Rio, o secretário Átila Nunes apresentou ao prefeito Carlos Vilela a equipe de profissionais que vão trabalhar no local, entre eles: advogada, psicóloga, assistente social, auxiliar administrativo, assistente de serviços gerais e uma coordenadora. 

O CEAM de Queimados foi aberto em agosto de 2014 e teve as atividades paralisadas no fim do ano passado. O Estado era o responsável pelas despesas dos profissionais e a prefeitura cedia o imóvel. Durante esse período, mais de 2,5 mil mulheres foram atendidas no município.

De acordo com o prefeito Carlos Vilela, o CEAM visa oferecer às mulheres, principalmente as que sofrem violência doméstica ou que estão em situação vulnerável, um atendimento especializado e um acolhimento de alta qualidade.  “É um espaço exclusivo para a mulher, onde ela busca empoderamento e direcionamento para seus problemas. Lá, elas recebem apoio psicológico, jurídico e social. Nosso governo é pautado em cuidar das pessoas, a reativação do CEAM é muito importante. A prefeitura dará todo apoio para o prosseguimento dos serviços”, afirmou.

Já o secretário de Estado de Apoio e Proteção à Mulher e ao Idoso, Átila Nunes, destacou a importância da parceria da prefeitura para a retomada dos serviços do CEAM. "A reativação do CEAM Queimados é fundamental para o atendimento à mulher e a parceria com a Prefeitura de Queimados foi decisiva para esta reativação. Este centro será referencia para o município, bem como para região. Precisamos combater os abusos e a violência contra a mulher", destacou.

quarta-feira, 22 de março de 2017

Posto de saúde Júlio Barros reformula sistema de marcações de consultas

Com o objetivo de reduzir filas, unidade vai dividir em três dias o agendamento para as especialidades médicas

Jéssica Moreira - Clínica Médica, Pediatria, Pré-Natal, Ginecologia, Nutrição, Cardiologia são as especialidades oferecidas na Unidade Básica de Saúde Júlio Barros, localizada no bairro Paraíso. Com cerca de 2.600 atendimentos realizados por mês, os dias de marcação de consultas são sempre muito movimentados e, às vezes, as indesejadas filas acabam surpreendendo negativamente os usuários do serviço de saúde.

Para solucionar esse tipo de eventualidade, a Prefeitura de Queimados, por meio da Secretaria Municipal de Saúde,  estabeleceu que nos dias 28, 29 e 30 de março haverá agendamento para suprir a demanda reprimida de atendimentos. Uma das especialidades mais procuradas pela população, a ginecologia, por exemplo, terá cerca de 240 vagas para atendimentos só no mês de abril.

A administradora da unidade, Lilia Lima, explica que a medida foi pensada junto à gestão para melhor organizar o fluxo de marcações de consultas e evitar filas.

“Vamos trabalhar para normalizar a marcação que algum tempo atrás causou uma enorme fila na frente da unidade. Esperamos aliviar a procura, pois o próprio SUS preconiza: não deve existir, é desumano. Sou muito grata por todo apoio que tenho recebido da Dra. Lívia Guedes (Secretária de Saúde), que tem acompanhado cada detalhe desse novo planejamento, está sempre acessível.”, declarou.

Desde quando soube que estava grávida de Larissa – hoje com 1 ano e 4 meses –, a técnica de enfermagem Elaine de Vargas (36) sempre se consultou com os médicos da UBS, localizada no bairro onde mora há 16 anos.

“Os pediatras são ótimos. Só quem é mãe sabe a importância de poder contar com profissionais capacitados tão perto de casa. A equipe do posto é muito humana, já conhecem os pacientes, a família quase toda. Com mais organização, só tende a melhorar para nós, que buscamos o serviço de saúde frequentemente”, afirma Elaine.

Imagens: Thiago Loureiro/ SEMCOM - PMQ
A UBS Júlio Barros funciona de segunda a sexta-feira, entre 8h e 17h e atende moradores de toda a cidade no modelo de ‘demanda espontânea’ (diferente das unidades de Estratégia em Saúde da Família, que têm limites geográficos definidos para atender).

Marcação para o mês de abril (sempre a partir das 8h):

28/03 - Ginecologia

 29/03 – Clínica Médica e Nutrição

30/03 – Pediatria e Cardiologia

Atendimentos:

Ginecologia – Segundas e quartas

Clínica Médica – Terças, quartas e sextas

Pediatria – Todos os dias

Pré-Natal – Quintas e Sextas

Nutrição – Terças, quartas e quintas

Cardiologia – Segundas e quintas

terça-feira, 21 de março de 2017

Programação variada para estimular a inclusão escolar


Prefeitura promove atividades comemorativas alusivas ao Dia Internacional da Síndrome de Down em escola, creche e até no trânsito

Dine Estela - Histórias infantis, brincadeiras, palestras, teatro, dança, música e até conscientização no trânsito. Uma vasta programação foi promovida pela Prefeitura de Queimados, por meio da Secretaria Municipal de Educação, nesta terça-feira (21), para comemorar o Dia Internacional da  Síndrome de Down. Os festejos começaram logo pela manhã, na Escola Municipal  Monteiro Lobato, no bairro São Francisco e se estendeu na parte da tarde para a Creche Iracema Garcia, na Vila do Tinguá e pelas ruas do centro.

O Secretário Municipal de Educação, o professor Lenine Lemos,  fez questão de participar das comemorações acompanhado da família, a esposa Ana Paula Lemos e sua filha, Julia Lemos, que também tem a síndrome. Ele aproveitou a oportunidade para anunciar as melhorias para a atenção dos alunos especiais da rede municipal. “Hoje nós temos 12  salas de recursos que possuem jogos pedagógicos, além de livros didáticos e material de papelaria. Algumas contam com computadores e aparelhos de TV e segundo o prefeito Carlos Vilela, todas as escolas receberão estes equipamentos, incluindo as creches”, observou.

Moradora do bairro São Francisco, a dona de casa Terezinha Francisca, mãe da estudante Giovanna de Souza, de 12 anos, fez questão de participar do evento na Escola Municipal Monteiro. Segundo ela, a atividade serve para reduzir o preconceito. “Nossos filhos são muito inteligentes, basta você olhar para eles no meio das outras crianças, cabe a nós tornamos a inclusão social uma realidade cada dia mais. Só tenho a agradecer à prefeitura”, disse.  

Pela manhã, os alunos dançaram, brincaram e até cantaram nas dependências da Escola Professor Monteiro Lobato. À tarde, foram os próprios protagonistas na peça infantil realizada na Creche Iracema Garcia, que teve um rei: o pequeno Davi, de 4 anos, que também tem a síndrome de Down. A programação contou ainda com distribuição de um informativo sobre a síndrome de Down nas casas e comércios do município e exibição de um filme durante as solenidades e compartilhados nas redes sociais. Ambos foram produzidos pela secretaria de Comunicação Social da prefeitura e ressaltam a importância da inclusão escolar.

O vídeo pode ser acessado pela rede social da prefeitura pelo link: https://www.facebook.com/prefeituradequeimadosrj/videos/1364309226986291/

Curso de Horta Urbana tem início em Queimados

Oferecido gratuitamente a 50 mulheres, aulas vão abordar as formas de cultivo de produtos sem agrotóxicos em pequenos espaços


Foto: Thiago Loureiro/Divulgação PMQ
Rafaela Diniz - Plantar hortaliças, verduras e legumes dentro de casa e em espaços reduzidos. Essa é a proposta do curso de horta urbana oferecido gratuitamente pela Prefeitura de Queimados, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural e Agricultura, a 50 mulheres, todas morador


as da cidade. Na última segunda-feira (20), foi realizada a primeira das quatro aulas do programa. As alunas aprenderam a escolher o local adequado para as hortas e o tipo de solo em que se podem plantar cada tipo de alimento. O curso tem duração total de oito horas, que incluem também atividades práticas.

Responsável por ministrar a aula teórica, a professora da EMATER Nova Iguaçu, Maria Rosa, abordou questões como alimentação saudável e alimentos livres de agrotóxicos. A aula foi realizada dentro do Horto Municipal, no bairro Fanchem.  O prefeito Carlos Vilela participou da atividade e explicou a importância da proximidade entre a prefeitura e os moradores. “A minha realização é ver as pessoas participando dos cursos e eventos oferecidos pela prefeitura. As vagas acabaram rapidamente, tanto que já estamos tentando viabilizar uma segunda edição do curso que pode contribuir na geração de renda dos moradores”, destacou.

A enfermeira e técnica em nutrição Maria Cristina Dias de 61 anos, moradora de Queimados, diz que o curso é uma ótima oportunidade para aprender mais sobre o consumo dos alimentos. “O curso é ótimo. Eu acho que aprendizado nunca é demais, quanto mais você aprende, mais você se aperfeiçoa. Principalmente quando se trata de alimentação. Quando você tem uma boa alimentação, você tem uma boa saúde. Por isso, me interessei pelo curso, porque além de aprender como plantar exatamente, a gente aprende a fazer isso sem o uso de agrotóxicos”, disse.
Foto: Thiago Loureiro/Divulgação PMQ

Segundo o secretário de Desenvolvimento Rural e Agricultura de Queimados, Abílio Cardoso, o espaço para as aulas práticas já está pronto e a partir da segunda aula, que será realizada na próxima segunda-feira (3), as alunas já começarão a colocar as mãos na terra. “Temos um solo muito bem preparado para elas, o Horto Municipal tem capacidade para atender a todas. Na segunda semana de aula, elas já vão começar a plantar. Essa aula teórica foi necessária para passar as noções básicas de como escolher o solo, como armazenar a terra em que vão plantar e como tratar dos alimentos enquanto estão germinando”, explicou.

Moradora do bairro Nossa Senhora da Glória, Odília Maria do Nascimento, de 71 anos também gostou da iniciativa. “Eu me interessei pelo curso, porque sou professora de técnicas agrícolas do Estado, então gosto de mexer com a terra, gosto do Meio Ambiente e de tratar das plantas. Acho que é sempre uma coisa boa adquirir conhecimento quando o assunto é mexer com a terra”, afirmou.

Aprendizado e fonte de renda

A proposta do curso, além de apresentar formas de se ter uma alimentação saudável para as famílias, é fazer com que as mulheres que participam dele tenham uma segunda fonte de renda. O objetivo é que as alunas comecem a produzir os alimentos em suas casas e façam parte do comércio local de frutas, verduras e legumes, que já está em crescimento no município.

Foto: Thiago Loureiro/Divulgação PMQ
“O que queremos com esse curso, é apresentar as técnicas, para que as mulheres do nosso município possam ajudar na renda familiar. Assim como acontece com a feira da roça, onde os agricultores locais vendem seus produtos para a população” explicou o secretário Abílio Cardoso.

Assim faz dona de casa Maria Auxiliadora Costa, de 73 anos, que possui uma plantação de frutas, legumes, verduras e hortaliças em seu pequeno sítio. “Eu acho muito importante a gente aprender sobre agricultura. Sempre que tenho oportunidade eu participo dos cursos oferecidos pela secretaria. Sempre fui da roça e realmente o plantio dentro de casa é bem diferente. Tenho uma barraquinha na feira da roça e o que eu planto eu levo pra vender. Agora, dentro de casa, vou plantar mesmo é pra consumir, porque também precisamos comer bem”, concluiu.



segunda-feira, 20 de março de 2017

Prefeitura investe na manutenção da iluminação pública


Mais de 1200 procedimentos foram realizados nos dois primeiros meses do ano, entre reparos e substituições de lâmpadas. Moradores podem solicitar o serviço pelo telefone


LEANDRO MACHADO - Equipes do setor de iluminação pública da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos têm trabalhado diariamente com a missão de não permitir que as ruas de Queimados fiquem às escuras. Só nos dois primeiros meses deste ano, foram registrados mais de 1.200 procedimentos entre reparos e substituições de lâmpadas e luminárias em várias vias da cidade. O município conta com um disk-luz (3778-8153), que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Através deste serviço, o cidadão pode notificar à prefeitura quaisquer problemas existentes na iluminação pública.

Para atender a demanda, a Prefeitura de Queimados dispõe de quatro equipes nas ruas com quatro caminhões Munck com cesto.  Através do Disk-Luz, a população pode informar à prefeitura onde existem pontos com lâmpadas queimadas ou que apresentam problemas.  A manutenção vai além da simples troca, pois existem casos que o problema é em outra peça ou até mesmo na fiação. Os problemas mais complexos são repassados para a concessionária responsável pelo serviço.

De acordo com o prefeito de Queimados, Carlos Vilela, o serviço de manutenção dos pontos de energia contribui também em outras áreas como segurança pública. “Nós vamos intensificar cada vez mais este trabalho, pois é um reforço direto na luta para evitar furtos e roubos. Certamente as ruas iluminadas inibem meliantes a cometerem crimes, pois locais escuros são pontos de vulnerabilidade. Contamos com a população. Liguem para o disk-luz e façam sua denúncia que nós vamos até o local”, ressaltou.

Moradores aprovam o serviço

Moradora da Rua Camarim, no bairro Eldorado há 22 anos, a dona de casa Marina Maria de Melo (54) solicitou o serviço de manutenção da prefeitura e aprovou o resultado. Em sua rua haviam três pontos de iluminação com problemas. Na última semana ela ligou para o disk-luz e três dias depois, estava tudo resolvido. "Fui muito bem atendida e estou satisfeita com a resposta da prefeitura. Está tudo iluminado novamente", comemorou

O Secretário Municipal de Conservação e Serviços Públicos, Rogério Brandi,  alertou sobre as informações que o munícipe precisa passar na hora de utilizar o disk-luz: “Para agilizar o atendimento é importante que o cidadão informe a rua, o número da casa em frente ao poste que o serviço esteja sendo solicitado e se possível, uma referência. Quanto maior o número de informações, mais fácil é a identificação do endereço do ponto de iluminação e o problema mais rapidamente será resolvido”, concluiu.

Educação Inclusiva para alunos com Síndrome de Down

Prefeitura realiza trabalho pedagógico que conta com sala de recursos e aulas de equitação. Escolas terão programação especial nesta terça-feira 

Dine Estela - A Prefeitura de Queimados, por meio da Secretaria de Educação, preparou uma programação especial para comemorar o Dia Internacional da Síndrome de Down, nesta terça-feira (21). Duas unidades da rede municipal de ensino, a Escola Professor Monteiro Lobato (Avenida Conde de Alzejur, nº 1135 – Bairro São Francisco) e a Creche Iracema Garcia (Rua Tirolesa, 1179 – Vila do Tinguá) vão realizar uma série de atividades, que incluem contações de histórias, música e dança. Elas vão das 8h às 17h e vão mostrar um pouco do trabalho pedagógico que é realizado na rede, que conta além das aulas regulares, com salas de recursos e até equitação.

A estudante da Escola Municipal Monteiro Lobato, Emanuele Belo dos Santos, de seis anos, é uma das que vão participar das atividades. Ela foi diagnosticada com Síndrome de Down e há quatro meses, antes de entrar para a rede municipal de ensino, não segurava sequer no lápis e mal se comunicava com as pessoas. Hoje, ela fala, canta, dança e principalmente já consegue escrever. Uma vitória contada pela mãe, Karine Belo, de 26 anos, moradora do bairro Nossa Senhora de Fátima. “Nós gastávamos muito dinheiro com escola particular e não podíamos ter um cuidador especializado no assunto. Ainda tínhamos que pagar fonoaudióloga, fisioterapeuta, entre outras coisas por fora. A rede pública de Queimados está mil passos à frente da rede particular”, contou emocionada.

A Creche Iracema Garcia também tem seu aluninho especial. O pequeno Davi, de 3 anos, também tem a síndrome de Down, mas quem disse que isso é um problema para a Creche e principalmente para a família? Ele dá até aulas de como mexer no celular, entra nos vídeos preferidos e até faz todas as coreografias, conta a mãe Kellen Furtado.  “Me sinto até emocionada com o carinho com que ele foi recebido não somente pelas professoras e diretora, mas pelos alunos que o incentivam o tempo todo”, contou. 

Em Queimados, os alunos são recebidos nas salas tradicionais, seguindo a política nacional da inclusão educacional, mas também recebem reforço com as salas de recursos. Elas possuem jogos pedagógicos, além de livros didáticos, computadores e aparelhos de TV. Já são 12 escolas com estes equipamentos e segundo o prefeito Carlos Vilela, “todas as 31 unidades educacionais, incluindo as creches, também serão equipadas no seu governo”. 

Trabalho que é referência   

Os professores cumprem 20h semanais, sendo 16h com atendimentos e 4 horas voltadas ao planejamento. A rede hoje possui 45 cuidadores para os alunos com necessidades educacionais especiais, além de 4 Intérpretes de Libras para alunos com deficiência auditiva. As escolas que ainda não têm salas de recursos, utilizam as dependências do Núcleo de Atenção ao Estudante (NAE), que fica à Travessa Machado, nº 85 – Centro.  O programa consiste em identificar problemas relacionados à aprendizagem apresentados pelos alunos do ensino básico da rede municipal de ensino. 

O objetivo, segundo o secretário de Educação, o professor Lenine Lemos, é de proporcionar condições adequadas na melhoria do processo de ensino-aprendizagem. “Através do NAE, os alunos são encaminhados também para outros atendimentos  de fisioterapia, psicoterapia, pediatria, psicologia, fonoaudiologia”, destacou.

A sede possui quatro consultórios informatizados e também conta com um sítio onde os alunos fazem aulas de equitação e uma piscina destinada para sessões de hidroterapia. O equipamento tem capacidade para atender mais de 700 alunos por mês.
Imagens: Thiago Loureiro - Divulgação/PMQ

O Dia Internacional da Síndrome de Down é celebrado em 21 de março, fazendo alusão aos 3 cromossomos no par número 21, característicos das pessoas portadoras da Síndrome de Down. O Dia Internacional da Síndrome de Down está no calendário oficial da Organização das Nações Unidas, sendo comemorado pelos 193 países-membros da ONU.

sexta-feira, 17 de março de 2017

Dança é a atividade mais procurada no retorno da Vila Olímpica


Espaço ainda está com matrículas abertas para Balé e Jazz em diversos horários

Leandro Machado - Disciplina, autoestima, socialização e formação de um adulto seguro e bem relacionado. Esses são alguns dos benefícios gerados pela Dança, que é  oferecida de graça à centenas de crianças e adolescentes, de 4 a 17 anos, pela Prefeitura de Queimados. Esta semana, a Vila Olímpica retomou suas atividades após o recesso e, as aulas de Jazz e Balé foram as mais procuradas com 290 alunos matriculados.  Logo na primeira semana o que seu viu foram turmas lotadas e alunos focados com muito trabalho, concentração e alegria.

Demi-Plié, Tendu, Arabeske e Sissone são expressões que você não deve conhecer, mas já estão fazendo parte do cotidiano das “meninas da vila”. Estes são alguns movimentos essenciais para quem faz Balé e Jazz e as alunas já ensaiam seus primeiros passos em suas novas atividades. O prefeito Carlos Vilela destaca a importância da dança na vida de crianças e jovens: “Eu amo dançar e sei dos benefícios que obtive ao longo da vida. Na vida das crianças a dança aumenta o nível de contração, melhora a coordenação motora e disciplina”, ressaltou.

As aulas estão disponíveis de segunda a sexta-feira, em vários horários. Na segunda e na quarta-feira, a Vila recebe crianças de 4 a 7 anos, das 8h às 11h, em três turmas diferentes de Balé. Já na terça e sexta-feira, pela manhã, há quatro turmas que recebem alunas de 4 a 17 anos para o Balé e o Jazz. Às terças e quintas-feiras, das 14h às 16h40, são quatro turmas para crianças de 4 a 17 anos nas duas modalidades de dança.

A Vila Olímpica é localizada na Av. Maracanã, s/n, Bairro Pacaembu e atende das 8h às 17h. O secretário de Esporte e Lazer, Júlio Coimbra, está animado com a procura e destaca que ainda há vagas: “Das turmas de Balé e Jazz só não temos vagas para as turmas de 14h à 14h40, para crianças de 4 a 7 anos. Para os interessados é só procurar nossa equipe e vamos fazer a matrícula”, destacou.

Para se inscrever ou atualizar o cadastro, é preciso apresentar a declaração escolar (em caso de crianças e jovens), atestado médico, uma foto 3x4, cópias: certidão de nascimento, RG do responsável (menores de 18 anos) e comprovante de residência. O horário de funcionamento é das 8h às 17h.

Programação de aulas

Balé

Seg e quar – 8 as 9 (4 a 7 anos)
                   9 às 10 (4 a 7 anos)
                   10 às 11 (4 a 7 anos)

Balé e Jazz

Ter e sex – 8 às 8h40 (4 a 7 anos)
                 8h40 às 9h20 (8 a 11 anos)
                 9h20 às 10h (12 a 17 anos)
                 10h às 10h40 (JAZZ)

Balé e Jazz

Ter e Qui – 14h a 14h40 (4 a 7 anos) (Esgotado)
                 14h40 às 15h20 (7 a 11 anos)
                 15h20 às 16h (12 a 17 anos)
                 16h às 16h40 (JAZZ)

quinta-feira, 16 de março de 2017

“Prefeitura no seu bairro” estreia com série de serviços gratuitos no São Roque


Atendimentos das secretarias municipais serão oferecidos no mesmo lugar facilitando a vida do cidadão que trabalha durante a semana



Leandro Machado - De uma simples aula de dança até a realização de cadastros para o programa Bolsa Família e vagas no Sistema Nacional de Emprego (SINE). Unificar no mesmo espaço público uma gama de serviços oferecidos pelas secretarias municipais, este é o intuito da ação “Prefeitura no seu bairro”, promovida pela Coordenadoria Executiva de Políticas Sociais, que vai estrear no  sábado (25) no Centro de Artes e Esportes Unificados do bairro São Roque. Serão 32 órgãos públicos reunidos e mais de 70 serviços oferecidos gratuitamente à população, das 8h às 14h. A iniciativa acontecerá uma vez a cada dois meses em bairros diferentes da cidade.

Cerca de 200 servidores da Prefeitura de Queimados estarão envolvidos diretamente na ação. Também foram convidados para participar da atividade o 24° BPM, a 55ª DP, Conselho Tutelar, OAB, Conselhos Municipais e a Universidade Estácio de Sá (Campus Queimados). O prefeito Carlos Vilela destacou a importância de realizar as ações em diferentes bairros: “Tenho certeza que será um sucesso. Muitos queimadenses trabalham durante a semana e não têm tempo de resolver algumas situações. Com a ação perto de sua casa, em um sábado, facilitará o acesso do munícipe aos diversos órgãos públicos que estarão presentes”, destacou.

O Centro de Artes e Esportes Unificados do São Roque tem cerca de 3 mil metros quadrados e conta com quadra poliesportiva coberta, teatro, CRAS, telecentro, biblioteca, pista de skate e campo de futebol. De acordo com o vice-prefeito Machado Laz, coordenador da ação, uma grande estrutura será montada no local e a estimativa é de receber cerca de 3 mil moradores. “Outros bairros serão contemplados com o projeto. O objetivo é que a população esteja cada vez mais perto da prefeitura. Esta ação será periódica e iremos alcançar diversos bairros do município”, ressaltou ele que se reuniu nesta quinta-feira (16) com os servidores para fechar os últimos detalhes do evento.

Entre os serviços que serão oferecidos, estão informações e orientações sobre saúde, educação, assistência social, direitos dos idosos, mulheres, crianças e adolescentes. A programação inclui ainda oficinas de teatro, judô e capoeira, coleta de óleo saturado, exposição de animais peçonhentos, atualização dos dados do Programa Minha Casa, Minha Vida, coleta de preventivos, emissão de cartão do SUS e agendamento para serviços como retirada de entulhos, iluminação pública, desobstrução de esgoto e limpeza urbana. Os shows dos grupos “Art-Samba” e “Queimados tem seu charme” irão encerrar o evento.  

Queimados participa de encontro com prefeitos eleitos promovido pelo SEBRAE

Evento disponibilizou painel com informações sobre os pequenos negócios, os empregos gerados e o impacto do microempreendedorismo nas cidades


Jéssica Moreira - Num momento em que a crise econômica afeta todo o país, os gestores da Baixada Fluminense buscam novas estratégias para fortalecer a economia por meio de parcerias e apoio ao empreendedor. Para tanto, o prefeito de Queimados, Carlos Vilela, e o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Eduardo Braga, compareceram, na manhã desta quinta-feira (16), ao Encontro SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) com Prefeitos e Prefeitas Eleitos da Baixada Fluminense. O evento, que aconteceu no Hotel Mercure de Nova Iguaçu, foi promovido pelo SEBRAE e teve como objetivo estabelecer novos contatos com quem dirige os municípios desde janeiro deste ano. 

A organização do evento disponibilizou um Painel Regional Geral com informações relevantes sobre os pequenos negócios em cada município, os empregos gerados e o impacto do microempreendimento na economia das cidades: em Queimados, por exemplo, há 6.971 estabelecimentos formalizados, 1.459 micro e pequenas empresas, 6.474 microempreendedores individuais e 17.146 empregos gerados pelo setor.

O prefeito de Queimados, Carlos Vilela, comentou a importância de pensar de forma inovadora para atrair investidores para os municípios num momento delicado da economia.

Thiago Loureiro/ SEMCOM - PMQ

“Às vezes o gestor está cheio de sonhos e boas intenções, quer mudar a educação, revolucionar a saúde... e isso é ótimo. Mas, para realizar é preciso dinheiro. Para qualificação de equipes,  apostar em novas tecnologias em equipamentos, etc. É preciso criar um ambiente favorável para o estabelecimento de grandes empresas e o SEBRAE pode nos ajudar nisso”, declarou.


Já o coordenador do SEBRAE na Baixada Fluminense, Décio Luiz, ressaltou na abertura do evento que “poucas gestões têm o pensamento de focar no pequeno empresário. Se bem feito, esse trabalho gera um impacto positivo em todas as frentes: melhora a arrecadação, qualidade de vida, segurança, aumenta a valorização imobiliária, etc”, afirmou.

Palestrante principal do encontro, o ex-prefeito de Três Rios, Vinícius Faráh, falou da necessidade de mudança de pensamento por parte dos prefeitos para impulsionar a economia de seus municípios.

“Muito além de atrair grandes empresas e oferecer subsídios, os gestores devem pensar numa ‘agenda de empreendedorismo’, comemorar o sucesso dos pequenos e médios empresários da cidade. Isso custa nada ou muito pouco e gera motivação imensurável para continuar na luta pelo desenvolvimento”, concluiu.

De olho na segurança

Queimados reativará câmeras de monitoramento visando reduzir índices de criminalidade. Prefeitura projeta “Big Brother” para toda a cidade

Foto: Thiago Loureiro/Divulgação PMQ
Rafaela Diniz - Seja na saída de banco, do mercado, na rua ou até mesmo ao chegar em casa, os moradores de Queimados voltarão a ser “vigiados”.  Em encontro realizado no início desta semana no Centro Integrado de Comando e Controle do Estado do Rio (CICC), a prefeitura, por meio do Centro Integrado de Operação de Segurança Pública, definiu as três fases do projeto, que visa implantar uma espécie de “Big Brother” com pelo menos 160 câmeras de monitoramento por toda a cidade. A primeira será concluída dentro de um mês com a reativação de oito câmeras espalhadas pelo centro e nos bairros Ponte Preta e Campo da Banha.

As câmeras foram doadas pelo Governo do Estado e atualmente está sendo feito o trabalho de reativação do link de internet que conecta os equipamentos à sala de operações do 24º BPM (Queimados). Participaram do encontro, o Secretário Municipal do Centro Integrado de Operação de Segurança Pública de Queimados, Lúcio Mauro, o Subsecretário de Comando e Controle do Estado do Rio, Dr. Rodrigo Alves, o Superintendente de Gestão Integrada, Coronel PM Freitas, Superintendente de TI, Sr. Rodrigo Xavier e o Diretor Geral, Major Marcelo Mendes.

Segundo Secretário do Centro Integrado de Operação de Segurança Pública de Queimados, Lúcio Mauro, o monitoramento foi desativado há cerca de cinco anos e contribuía na identificação dos delitos que eram cometidos no município. “Isso porque com as imagens das câmeras, era possível identificar os infratores com mais agilidade”, afirmou.

Parceria com a iniciativa privada e busca por recursos federais

Foto: Divulgação PMQ
Na segunda fase do projeto, a prefeitura pretende utilizar o modelo de parceria com a iniciativa privada adotado em grandes capitais do Brasil para obter as imagens das câmeras de comércios e bancos. “Serão feitas reuniões entre os comerciantes e agências bancárias locais que possuem câmeras de segurança em seus negócios, para que haja essa colaboração com a prefeitura. Com isso, estimamos conseguir mais de 30 câmeras”, explica Lúcio Mauro, que ainda completou: “Se o infrator sabe que vai roubar uma loja e sabe que não vai ser pego, fará outras vezes. Pretendemos ter a ferramenta para ajudar a Polícia Militar no trabalho ostensivo”.

A terceira fase, que é a mais complexa, consiste na implantação de uma central de monitoramento com a implantação de mais 120 câmeras que serão espalhadas por toda a cidade. A prefeitura já conta com um projeto executivo para a implantação da central e buscará recursos junto ao Governo Federal para a execução do projeto audacioso. “Em momentos de crise, precisamos estudar bem os investimentos para que os nossos cofres não sofram grandes impactos”, explicou.


quarta-feira, 15 de março de 2017

União para acabar com o analfabetismo e melhorar o IDEB

Queimados sedia encontro promovido pelos Dirigentes Municipais de Educação do Rio de Janeiro. Palestras  marcaram a programação do evento

Dine Estela - Como acabar de vez com o analfabetismo e melhorar o  Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) nas escolas municipais? Estas foram algumas das questões debatidas no primeiro encontro  realizado pela  União dos Dirigentes Municipais de Educação do Rio de Janeiro (UNDIME), nesta terça-feira (15), no Teatro Municipal Metodista, em Queimados.

A atividade voltada para os municípios da Região metropolitana I contou com diversas palestras, entre elas: “A arte de gerir a educação municipal e o fundamental papel do gestor” e “Por Dentro da Gestão Municipal”, além do tema muito polêmico sobre as “Estratégias de mobilização para adesão ao Plano de Carreira e Remuneração - PCR”.

O encontro também contou com a parceria da Rede de Assistência Técnica constituída pela Secretaria de Articulação com os Sistemas de Ensino do Ministério da Educação – SASE/MEC,  Conselho Nacional dos Secretários de Educação – CONSED (SEEDUC RJ) e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação – UNDIME (UNDIME-RJ) .

O prefeito de Queimados, Carlos Vilela abriu o evento e destacou a importância da educação em seu governo. “A nossa luta é melhorar o IDEB da nossa cidade. Acabei de me eleger com a missão de fazer a melhor educação do nosso Estado e, para isso, conto com a experiência em gestão pública do nosso professor Lenine Lemos que tem carta branca para tocar esta Pasta”, destacou.

Lenine recebeu a missão de braços abertos e com a consciência de que é preciso dar continuidade aos avanços obtidos nos anos anteriores. “Estamos sediando este encontro com muita alegria e buscando um pacto para melhorar o IDEB não somente de Queimados, mas de toda a Baixada Fluminense. A UNDIME é nossa grande parceira e precisamos implementar ferramentas para tornar a escola mais prazerosa para os alunos”,  destacou. 

O 1º encontro dos gestores de educação dos municípios da Baixada foi uma prévia para o Fórum Regional que ocorrerá nos dias 5, 6 e 7 de abril  no Estado do Rio, conforme adiantou a diretora executiva da UNDIME, Marlise Alves. “Nosso fórum será realizado para a eleição da nova diretoria da UNDIME e também para fazer novas adequações do plano de carreira, de acordo com a nova legislação. Por isso, é importante que todos os gestores estejam presentes, porque a união faz a força”, concluiu. 

Reforço no “Mais Médicos” em Queimados


Duas profissionais cubanas e uma boliviana chegam ao município para atender nas Estratégias de Saúde da Família em bairros da periferia

Felipe Carvalho - A rede básica de saúde de Queimados ganhou o reforço de três novos profissionais do programa “Mais Médicos”, do Governo Federal. Uma boliviana e duas cubanas chegaram ao município para atender nas Estratégias de Saúde da Família (ESFs) dos bairros Vila Americana, Valdariosa e Vila Central, localizadas em regiões periféricas da cidade. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais, com um dia dedicado para estudo acadêmico e o contrato tem duração de três anos. Os serviços oferecidos são de clínica médica, puericultura, pré-natal e visita domiciliares. A estimativa é de que os médicos estrangeiros atendem cerca de  12 mil moradores.

Três profissionais já atuavam pelo programa que funciona há mais de cinco anos no município, com atendimentos nas ESFs dos bairros Jardim Queimados, Jardim da Fonte e Belmonte. O Governo Federal é o responsável pelo pagamento dos médicos e a prefeitura arca com os custos de moradia. De acordo com a Secretária Municipal de Saúde, a Drª. Lívia Guedes, até o final de março, mais dois profissionais cubanos devem chegar a cidade “para atuarem na ESF do bairro Santa Rosa e na Clínica da Família do Bairro Inconfidência”, disse a secretária que visitou as unidades contempladas com os novos médicos nesta semana.

Nascida em La Paz, na Bolívia, a médica Andrea Panozo Rivero, começou a atender na ESF do bairro Vila Central, na última segunda-feira (13). Ela revela que por ter atuado como acadêmica em Engenheiro Pedreira, distrito vizinho, escolheu Queimados, como o local de trabalho e já faz planos para o futuro. “O povo daqui é muito carinhoso e respeita o profissional. Terei oportunidade de estudar, ser reconhecida profissionalmente e ainda ajudar os moradores de uma região que é muito carente de atendimento médico”, destacou.

Moradora da rua Belgrado, no bairro Vila Central, a pedagoga Selena Marinho, de 54 anos, comemora a chegada da nova médica. “Faço preventivos e exames de rotina. Busco sempre a prevenção. É providencial termos uma médica aqui, a comunidade estava precisando, pois o bairro é distante do centro e a locomoção é sempre muito difícil”, disse.

Cubanas chegaram um pouco antes

Já na ESF do Valdariosa, a médica cubana Joana Pineda chegou no fim de janeiro e realiza cerca de 30 atendimentos por dia. Ela acredita que o programa Mais Médicos “fortalece a  preparação dos profissionais, pois as patologias são muito diferentes de um país para o outro”. Uma das pacientes atendidas pela profissional é a moradora da rua Adail Cardoso, no bairro Valdariosa, Tânia Cristina, de 55 anos, que costuma consultar com freqüência na unidade. “Sempre venho aqui e trago também os meus netos. Esses médicos cubanos são ótimos”, afirma.


Nascida em Santiago de Cuba, a médica Ailin Leyna Castillo, já está trabalhando há pouco mais de um mês na ESF do bairro Vila Americana. Ela deixou em Cuba o marido, com quem é casada há 12 anos e dois filhos.“O mais incrível desse programa é poder ajudar as pessoas que não têm atendimento, aquelas que são carentes de atenção médica. Elas ficam muito agradecidas quando têm um profissional disponível”, frisou.

O Programa Mais Médicos é parte de um amplo esforço do Governo Federal, com apoio de estados e municípios, para a melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Uma das ações do programa é  levar mais médicos para regiões onde há escassez ou ausência desses profissionais.

Espetáculo “Qualquer gato vira-lata” é atração gratuita em Queimados

Dine Estela - O espetáculo “Qualquer Gato Vira-lata Tem Uma Vida Sexual Mais Sadia Que a Nossa” será atração na próxima sexta-feira (17), em Queimados, na Baixada Fluminense. A apresentação será no Teatro Metodista, no bairro Pacaembu, em duas sessões, às 19h e 21h. Fazem parte do elenco os atores Monique Alfradique, Marcos Nauer e Emiliano D'ávila. A direção é de Bibi Ferreira e o texto consagrado é de Juca de Oliveira. A classificação é de 14 anos e a entrada é franca.

Os ingressos serão distribuídos com uma hora de antecedência no próprio local, respeitando o limite de lotação do teatro de 250 pessoas por apresentação.  Segundo o Secretário Municipal de Cultura, Marcelo Lessa, a peça faz parte de uma parceria da prefeitura com a Rede Globo. “Conseguimos cinco peças desta temporada, através do incentivo à Lei Rouanet. Para nós é uma grande alegria oferecer espetáculos de alto nível e de graça para a população que pagaria em média, R$ 50,00. Valor alto para os padrões da classe média da Baixada Fluminense”, disse o secretário que ainda destacou “sem o trabalho incansável do nosso subsecretário adjunto de cultura, Leandro Santana, ficaria mais difícil a concretização dessa parceria”.

Sinopse

A peça retrata a vida de três jovens que estão iniciando a vida adulta e vivem as dificuldades de uma experiência amorosa. Decepcionada, após romper com seu quase namorado, Tati se refugia no auditório da faculdade para chorar, sem se dar conta de que está no meio da palestra de um professor de Biologia sobre o evolucionismo de Darwin. Para o espanto da moça, o jovem cientista elucida o porquê das desventuras amorosas das pessoas e afirma que as leis da natureza estão sendo infringidas. Extasiada com a revelação, Tati convence o professor de que ela é sua tese e recorre a sua ajuda na reconquista de Marcelo. Relutante a princípio, Conrado aceita a proposta e passa a analisar os erros que ela comete e sugere soluções

A ideia da comédia surgiu das observações do comportamento afetivo dos jovens, que hoje em dia vivem relacionamentos cheios de conflitos e desencontros, conforme relata Juca de Oliveira. "As mulheres deixaram de ser a caça para se tornarem caçadoras e este fato seria a causa principal das desilusões femininas. Com humor e originalidade, a peça funciona como um guia prático para um relacionamento perfeito indicado não só para os jovens, mas também para os adultos”, conclui.


FICHA TÉCNICA:

Texto: Juca de Oliveira

Direção: Rafaela Amado

Direção Geral - Bibi Ferreira

Diretores Assistentes: Rafaela Amado

Elenco: Monique Alfradique (Tati), Marcos Nauer (Conrado) e Emiliano D’ávila (Marcelo).

Cenografia original: Renato Scripiliti

Cenografia: Natália Lana

Figurinos: Bruno Perlato e Victor Guedes

Iluminação: Daniela Sanchez

Trilha sonora: Vicente Coelho

Produtor Executivo - Edésio Mota

Realização: Brain+ e Reder Entretenimento

Classificação etária: 14 anos

terça-feira, 14 de março de 2017

Saúde municipal ‘dá ouvido’ à população de Queimados

Ouvidoria notifica, encaminha e responde solicitações de usuários da rede de saúde da cidade
Thiago Loureiro/ SEMCOM - PMQ

Jéssica Moreira - Registrar sugestões, reclamações e elogios relativos aos serviços de saúde do município: esse é o objetivo do setor de Ouvidoria do município de Queimados, que há quatro anos atende a população da cidade.

É o caso do aposentado Samuel dos Santos, 76, que aproveitou para deixar sua opinião junto ao setor após uma consulta de otorrinolaringologia no Centro Médico da Pedreira (atualmente em funcionamento no CETHID).

“Vim para tratar uma perda auditiva que tenho sofrido, mas resolvi dar uma passada aqui para elogiar o atendimento. Sempre sou bem atendido aqui e é bom poder ser ouvido tanto para elogios como para reclamações”, contou o morador do bairro São Roque.

O órgão é ligado a Subsecretaria Geral de Saúde da cidade (Lei 1.130/13 de 03 de janeiro de 2013 – PMQ) e funciona de segunda a sexta-feira, entre 8h e 17h.

A responsável pelo setor, Sandra Sarsedo de Oliveira, afirma que caso deseje, o usuário tem o direito de permanecer no anonimato e o prazo para resposta varia entre 2 (para casos de urgência) e 30 dias úteis de acordo com a solicitação.

“Nosso processo de trabalho é acolher, analisar, encaminhar, acompanhar e responder ao cidadão. Em breve, 35 urnas serão instaladas nas unidades de saúde do município, bem como nas prestadoras de serviço (unidades particulares conveniadas ao SUS) para recolher as opiniões dos usuários.”, declarou.

Ainda segundo Sandra, a ouvidoria é uma ferramenta valiosa para que os gestores saibam o que funciona com eficiência e o que precisa ser melhorado. 
“Vale frisar que o atendimento é tanto interno (para funcionários) como externo (para pacientes e munícipes em geral)”.


Como registrar sua denúncia, elogio ou sugestão:

Ouvidoria Saúde
Rua Onze, s/n° - Anexo CETHID (Bairro Pacaembu, Queimados)
Telefones: (21) 2665-9390/ (21) 2665-9460
E-mail: ouvidoria.semus@queimados.rj.gov.br